Pau D’Arco e Cracolândia: Violência racista cotidiana dá mais um passo a frente

Pará e São Paulo encontram seu ponto de convergência na truculência policial e interesses por terra