Hoje na História: 1909 - Morre o chefe Apache Gerônimo

Entre 1858 a 1886, o guerreiro indígena atacou tropas mexicanas e estadunidenses e escapou de diversas capturas

Gerônimo, líder dos apaches chiricahua que, durante muitos anos, guerrearam contra a imposição pelos brancos de reservas tribais aos povos indígenas dos EUA, morreu em 17 de fevereiro de 1909. Ele faleceu na prisão. Guerreiro, ele sempre rejeitou acordos com os estadunidenses. O indígena resistiu heroicamente, mas se rendeu ao ter uma visão de um trem passando em suas terras.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi


Goyaałé (Gerônimo) nasceu em Bedonkohe, próximo a Turkey Creek, atual Novo México (EUA), mas na época parte do México. Apache, se casou com uma Chiricauhua e teve três filhos. Em 5 de Março de 1851, uma companhia de 400 soldados de Sonora, liderados pelo Coronel José Maria Carrasco, atacou o acampamento do indígenas, matando sua família, incluindo a mãe.

O chefe da tribo, Mangas Coloradas, juntou-se à tribo de Cochise, que estava em guerra contra os mexicanos. Foi nessa época que se acredita que Gerônimo ganhado seu apelido, que seria uma referência dos mexicanos a São Jerônimo, depois de ele matar vários soldados à faca em uma batalha.

Wikimedia Commons

Goyaałé (Gerônimo), em foto de 1898

Confederação Israelita do Brasil lamenta saída de José Serra do Itamaraty

EUA: Trump revoga diretriz que permitia a alunos transgênero escolher qual banheiro usar nas escolas

Cuba nega entrada de Almagro no país e acusa secretário-geral da OEA por 'ataques contra governos progressistas'

 

Antes dos mexicanos, os apaches da região de Sonora lutaram contra os espanhóis em defesa de suas terras. Em 1835, o México estabeleceu recompensas pelos escalpos dos Apaches. Mangas Coloradas começou a liderar os ataques aos mexicanos, dois anos depois. Na sua luta com ele, Gerônimo agia como um líder militar, sem ser chefe da tribo. Ele se casou novamente, com Chee-hash-kish e teve mais dois filhos, Chappo e Dohn-say. Depois teria mais esposas: Zi-yeh,She-gha, Shtsha-she e Ih-tedda. Algumas foram capturadas.

Entre 1858 a 1886, Gerônimo atacou tropas mexicanas e estadunidenses, e escapou de diversas capturas. No final da sua carreira guerreira, seu bando contava com apenas 38 homens, mulheres e crianças. Seu bando tinha sido uma das maiores forças de índios renegados, ou seja, aqueles que recusaram os acordos.

Gerônimo se rendeu em 4 de setembro de 1886 às tropas do General Nelson A. Miles, em Skeleton Canyon, Arizona, colocando um fim no episódio chamado de Guerras Apache. Ele morreu em Fort Hills, Oklahoma, e disse ter se arrependido da rendição. Ele nunca retornou à terra onde nasceu.

Também nessa data:
1600 - Giordano Bruno é executado pela inquisição
1673 - Morre em cena de súbito mal-estar Jean-Batiste Poquelin, o célebre dramaturgo Molière
1863 -  Cruz Vermelha é fundada na Suíça
1904 - Estreia Madame Butterfly, de Giacomo Puccini, no La Scala de Milão
1996 - Enxadrista Garry Kasparov derrota computador Deep Blue da IBM

Leia Mais

PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

Diálogos do Sul

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Mais Lidas