Aula Pública Opera Mundi - O que são armas de destruição em massa?

"É ingênuo pensar que não existem interesses políticos e tentativas de manipulação", afirma Roque Monteleone

No quinto episódio da segunda temporada de Aula Pública Opera Mundi, Roque Monteleone, ex-comissário da Comissão das Nações Unidas de Vigilância, Verificação e Inspeção (UNMovic) e ex-diretor de assuntos nucleares e materiais sensíveis do Ministério de Ciência e Tecnologia, responde: “O que são armas de destruição em massa?”. Para ele, muitos países usam a produção dessas armas como moeda de troca em questões políticas e econômicas.  

Clique aqui e assista à segunda temporada da Aula Pública Opera Mundi, com Franklin Martins, Gilberto Maringoni, Nalu Faria e Manolita Correia

No primeiro bloco, o ex-comissário da ONU fala sobre a manipulação existente por trás da produção de armas de destruição em massa. “Muitos países que não tinham a infraestrutura industrial, tecnológica e econômica para desenvolver uma arma atômica desenvolveram uma química como poder de barganha, inclusive de negociação política”, afirma.

Assista ao primeiro bloco


No segundo bloco, Roque discute a relação dos países com as medidas tomadas internacionalmente: “Resolução do Conselho de Segurança não se discute, se cumpre pela Carta das Nações. Um país, quando aceita ser membro do Conselho de Segurança, aceita as regras. E as regras dizem que a resolução é obrigatória”.

Assista ao segundo bloco

Ao lado de Temer, premiê da Noruega cobra solução para corrupção no Brasil

Portugal lançou programa de 9 milhões de euros para eucaliptos uma semana antes de incêndio

Justiça argentina confirma pena de 7 anos de prisão para Menem por contrabando de armas

 

No terceiro bloco, o ex-inspetor fala sobre a importânica das organizações de cooperação internacional: “É ingênuo a gente pensar que não existem interesses políticos de tentativas de manipulação (de armamentos). Isso existiu sempre e continuará existindo. Aí é que está a importância da ONU. A ONU é um mecanismo onde esse tipo de manipulação se torna mais aberto, mais transparente, onde as decisões são mais colegiadas. Assim, essa tentativa de manipulação é quase desmascarada”. 

Assista ao terceiro bloco

Leia Mais

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

Um livro fundamental para a luta das mulheres brasileiras

Um livro fundamental para a luta das mulheres brasileiras

Este livro traz de volta, depois de anos esgotado, o texto "Breve Histórico do Feminismo no Brasil", da pesquisadora e militante Maria Amélia de Almeida Teles. E acrescenta seis ensaios da autora, que tratam de temas como o aborto, a luta pela creche, a violação dos direitos humanos das mulheres durante a ditadura militar, a repressão contra as crianças no período e ainda o feminicídio.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias