Aula Pública Opera Mundi: Os palestinos têm direito à insurreição?

No segundo episódio da terceira temporada, Breno Altman, diretor editorial de Opera Mundi, analisa o conflito entre Israel e Palestina

No segundo episódio da terceira temporada da Aula Pública Opera Mundi, o jornalista Breno Altman analisa o conflito entre Israel e Palestina.

Para o diretor editorial de Opera Mundi, os palestinos têm direito à inssureição frente aos abusos militares e à ocupação colonial de Israel.

"Todos os povos têm o direito de se rebelar por sua soberania. Todos têm o direito de lutar, pacificamente ou militarmente, quando a soberania do povo é tutelada ou atropelada por um Estado estrangeiro", afirma Breno Altman.

Leia também:
Viagem de Jean Wyllys a Israel causa controvérsia entre apoiadores e companheiros de partido

Assista ao primeiro bloco da Aula Pública Opera Mundi com Breno Altman: Os palestinos têm direito à insurreição?

 

No próximo bloco, Breno Altman responde a pergunta da jornalista Guila Flint

 

No terceiro bloco, Breno Altman responde as perguntas do público da Universidade Metodista, em São Bernardo do Campo

 

As Aulas Públicas são resultado de uma parceria entre Opera Mundi e a TVT. A primeira e a segunda temporadas das Aulas Públicas, produzidas em 2013 e 2014 em parceria com a TV Unesp, já foram exibidas em sinal aberto e estão disponíveis na internet no canal do YouTube de Opera Mundi.

UE exige que Israel indique origem de produtos fabricados em territórios ocupados

'Intifada das facas': novos ataques deixam 5 mortos e 6 feridos em Tel Aviv e Cisjordânia

Netanyahu diz a ministros que não transferirá 'um metro' de território a palestinos

 


Uma vez que você chegou até aqui...


…temos algo a sugerir. Cada vez mais gente lê Opera Mundi, mas a publicidade dos governos, com o golpe, foi praticamente zerada para a imprensa crítica, e a publicidade privada não tem sido igualmente fácil de conseguir, apesar de nossa audiência e credibilidade. Ao contrário dos sites da mídia hegemônica, nós não estamos usando barreiras que limitam a quantidade de matérias que podem ser lidas gratuitamente por mês. Queremos manter o jornalismo acessível a todos. Produzir um jornalismo crítico e independente custa caro e dá trabalho. Mas nós acreditamos que o esforço vale a pena, pois um jornalismo desse tipo é essencial num mundo que preza a democracia. E temos certeza de que você concorda com isso.


Torne-se um assinante solidário ou faça uma contribuição única.




(Este anúncio é diretamente inspirado numa solicitação feita pelo jornal britânico ‘The Guardian’. A imprensa independente de todo o mundo está buscando nesse tipo de apoio uma forma de existir e persistir.)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

Diálogos do Sul

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Mais Lidas