Charge do Latuff: Premiê turco renuncia após 'consultas' com presidente Erdogan

Recep Tayyip Erdogan busca primeiro-ministro favorável a mudança para sistema presidencialista; tentativa de Erdogan de ampliar poderes é alvo de críticas

O cartunista e ativista Carlos Latuff é colaborador de Opera Mundi. Seu trabalho, que já foi divulgado em diversos países, é conhecido por se dedicar a diversas causas políticas e sociais, tanto no Brasil quanto no exterior. Para encontrar outras charges do autor, clique aqui.

Briga no Parlamento turco interrompe votação sobre retirada de imunidade parlamentar

Após 'consultas' com presidente Erdogan, premiê turco Davutoglu renuncia ao cargo

Maioria dos alemães é contra suspensão de visto para turcos entrarem na UE, aponta pesquisa

 


Uma vez que você chegou até aqui...


…temos algo a sugerir. Cada vez mais gente lê Opera Mundi, mas a publicidade dos governos, com o golpe, foi praticamente zerada para a imprensa crítica, e a publicidade privada não tem sido igualmente fácil de conseguir, apesar de nossa audiência e credibilidade. Ao contrário dos sites da mídia hegemônica, nós não estamos usando barreiras que limitam a quantidade de matérias que podem ser lidas gratuitamente por mês. Queremos manter o jornalismo acessível a todos. Produzir um jornalismo crítico e independente custa caro e dá trabalho. Mas nós acreditamos que o esforço vale a pena, pois um jornalismo desse tipo é essencial num mundo que preza a democracia. E temos certeza de que você concorda com isso.


Torne-se um assinante solidário ou faça uma contribuição única.




(Este anúncio é diretamente inspirado numa solicitação feita pelo jornal britânico ‘The Guardian’. A imprensa independente de todo o mundo está buscando nesse tipo de apoio uma forma de existir e persistir.)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

Diálogos do Sul

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Ex-presidente da Coreia do Sul é presa

Park Geun-hye é acusada pelos crimes de suborno, abuso de autoridade e vazamento de documentos oficiais; tribunal expede mandado por risco de destruição de provas e gravidade das acusações

 

Mais Lidas