Aula Pública Opera Mundi: o que são Cadeias Globais de Valor?

No quinto episódio da nova temporada, Cristina Reis explica as novas tendências da economia mundial e as possíveis consequências para Brasil

Opera Mundi TV

Cristina Reis, professora da UFABC, discute economia e mercado global na Aula Pública


No quinto episódio da nova temporada da Aula Pública, Cristina Reis, doutora em Economia pela UFRJ e professora da UFABC, explica o que são Cadeias Globais de Valor e por que elas são fundamentais para o crescimento econômico. Para a especialista, os países precisam integrar e qualificar o sistema produtivo para conseguir melhores resultados.

"O ideal para o desenvolvimento é a mudança estrutural da produção para atividades mais sofisticadas e tecnológicas, gerando conhecimento intensivo. Como resultado desse processo, elevar a distribuição de renda e o padrão de vida da população. O Brasil, por exemplo, precisa fazer políticas de sofisticação tecnológica conjugadas com uma integração dos países do eixo sul-sul. O objetivo é se integrar a essas Cadeias Globais de Valor", explica Cristina.

Assista ao primeiro bloco da Aula Pública com Cristina Reis: o que são Cadeias Globais de Valor?

 

ONU repudia conduta de deputados em votação por impeachment de Dilma

Anualmente, paraísos fiscais recebem bilhões que deixam de entrar nos cofres públicos de países em desenvolvimento

Aula Pública Opera Mundi: O Direito da ditadura ainda está entre nós?

 

No segundo bloco, Cristina Reis responde perguntas do público da UFABC, em São Bernardo do Campo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera

Destaques

Publicidade

Democracia

Democracia

A construção e a defesa da democracia envolve muitas áreas: feminismo, educação, história. Conheça alguns títulos da Alameda Casa Editorial sobre o tema.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Homenagem à Caros Amigos

Como foi bacana chegar à banca de jornal e encontrar essa revista grandona, cheia de texto, falando coisas que eram totalmente não ditas nos grandes jornais