Aula Pública Opera Mundi: existe solução para a atual crise de refugiados?

No sexto episódio da quarta temporada, o professor de Relações Internacionais Gilberto Rodrigues analisa as dinâmicas sociais e políticas da imigração no mundo

Opera Mundi TV

Gilberto Rodrigues discute possíveis soluções para atual crise migratória no mundo


No sexto episódio da quarta temporada da Aula Pública, Gilberto Rodrigues, pós-doutor pela Universidade de Notre Dame (EUA) e professor de Relações Internacionais da UFABC, discute a atual crise migratória no mundo. Para o especialista em Direito Internacional, além de entender as dinâmicas sociais e políticas da crise, é fundamental reconhecer a legitimidade das necessidades dos refugiados.

"O refugiado é sempre alguém em situação de vulnerabilidade. Portanto, a proteção dessas pessoas precisa ser forte e consistente. Não basta apenas protegê-los e garantir direitos civis básicos, ou seja, emitir documentos e permitir que os imigrantes fiquem em um determinado território. É fundamental que essas pessoas possam ter também direitos sociais, ou seja, direito à habitação, à integração social, à educação, à saúde", analisa Gilberto Rodrigues.

Assista ao primeiro bloco da Aula Pública com Gilberto Rodrigues: existe solução para a atual crise de refugiados?


Na segunda parte da Aula Pública, Gilberto Rodrigues responde perguntas do público da UFABC, em São Bernardo do Campo

Afastamento de Dilma é 'passo para o golpe', diz grupo de esquerda do Parlamento Europeu

'Governo ilegítimo precisa de mecanismos ilegítimos para se manter', diz Dilma sobre Temer

Organizações de direitos humanos da Argentina condenam afastamento de Dilma Rousseff

 

Leia Mais



Uma vez que você chegou até aqui...


…temos algo a sugerir. Cada vez mais gente lê Opera Mundi, mas a publicidade dos governos, com o golpe, foi praticamente zerada para a imprensa crítica, e a publicidade privada não tem sido igualmente fácil de conseguir, apesar de nossa audiência e credibilidade. Ao contrário dos sites da mídia hegemônica, nós não estamos usando barreiras que limitam a quantidade de matérias que podem ser lidas gratuitamente por mês. Queremos manter o jornalismo acessível a todos. Produzir um jornalismo crítico e independente custa caro e dá trabalho. Mas nós acreditamos que o esforço vale a pena, pois um jornalismo desse tipo é essencial num mundo que preza a democracia. E temos certeza de que você concorda com isso.


Torne-se um assinante solidário ou faça uma contribuição única.




(Este anúncio é diretamente inspirado numa solicitação feita pelo jornal britânico ‘The Guardian’. A imprensa independente de todo o mundo está buscando nesse tipo de apoio uma forma de existir e persistir.)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

Diálogos do Sul

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Mais Lidas