Aula Pública Opera Mundi: como garantir a soberania alimentar no mundo?

No novo episódio da Aula Pública, Olympio Barbanti, da UFABC, discute aspectos econômicos e sociais da produção de alimentos

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Opera Mundi TV

Olympio Barbanti discute soberania alimentar no mundo


No novo episódio da quarta temporada Aula Pública, Olympio Barbanti, professor da UFABC (Universidade Federal do ABC), jornalista e doutor em Ciência Política pela London School of Economics, discute aspectos sociais e econômicos da soberania alimentar no mundo. Para o especialista, superar o problema da fome exige mudanças estratégicas na produção, distribuição e consumo de alimentos.

"Temos hoje uma financeirização do mercado de alimentos. As grandes empresas dessa área não ganham dinheiro com a produção de comida. Pelo contrário, elas ganham na bolsa de valores. A comida se tornou apenas mais um produto e muitos alimentos são descartados por ter poucos consumidores. Para ter soberania alimentar, precisamos resgatar a dimensão que a comida é um direito humano", afirma Olympio Barbanti. 


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Assista ao primeiro bloco da Aula Pública Opera Mundi com Olympio Barbanti: como garantir a soberania alimentar no mundo?


No segundo bloco, Olympio Barbanti responde as perguntas do público na UFABC, em São Bernardo do Campo

Aula Pública Opera Mundi: a burguesia ameaça a democracia no mundo?

Aula Pública Opera Mundi: Qual educação nós temos? E qual educação queremos?

Aula Pública Opera Mundi: o que o fim da União Soviética representou para a esquerda?

 

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Lugar de fala e a fala do lugar

Eu não posso nunca esquecer que essa palavra que trago como meu ofício de mundo não pode ser menos que o fio afiado da lâmina, mas não qualquer lâmina