Aula Pública Opera Mundi: como democratizar o livro na América Latina?

No novo episódio da Aula Pública, José Castilho Neto, doutor em Filosofia pela USP e ex-secretário do Plano Nacional do Livro, discute perspectivas para criação de políticas públicas para o incentivo à leitura

Opera Mundi TV

José Castilho Neto discute a democratização do livro na América Latina


No novo episódio da Aula Pública, José Castilho Neto, doutor em Filosofia pela USP e ex-secretário do Plano Nacional do Livro, discute perspectivas para a criação de um plano latino-americano para a democratização do livro. Para o especialista, é preciso desenvolver políticas de incentivo à leitura para favorecer a circulação de livros na região.

"O livro que chega aos leitores é um produto cultural que faz parte de uma cadeia criativa de autores, escritores e editoras. Não basta, portanto, ter apenas a publicação de um livro. O resultado da leitura acontece quando há pessoas envolvidas e relações entre humanos em desenvolvimento. São relações entre autores e editores com aqueles que irão ler e fazer a mediação da leitura", analisa Castilho Neto.
 

Assista ao primeiro bloco da Aula Pública com José Castilho Neto: como democratizar a leitura na América Latina?

No segundo bloco da Aula Pública, José Castilho Neto responde perguntas do público do Sarau do Perifatividade

Aula Pública Opera Mundi: a integração na América do Sul está em risco?

Livro sobre processo de impeachment de Dilma Rousseff será lançado na Argentina

TVT exibe nesta quinta, às 20h, Aula Pública Opera Mundi sobre literatura da periferia

 

Leia Mais



Uma vez que você chegou até aqui...


…temos algo a sugerir. Cada vez mais gente lê Opera Mundi, mas a publicidade dos governos, com o golpe, foi praticamente zerada para a imprensa crítica, e a publicidade privada não tem sido igualmente fácil de conseguir, apesar de nossa audiência e credibilidade. Ao contrário dos sites da mídia hegemônica, nós não estamos usando barreiras que limitam a quantidade de matérias que podem ser lidas gratuitamente por mês. Queremos manter o jornalismo acessível a todos. Produzir um jornalismo crítico e independente custa caro e dá trabalho. Mas nós acreditamos que o esforço vale a pena, pois um jornalismo desse tipo é essencial num mundo que preza a democracia. E temos certeza de que você concorda com isso.


Torne-se um assinante solidário ou faça uma contribuição única.




(Este anúncio é diretamente inspirado numa solicitação feita pelo jornal britânico ‘The Guardian’. A imprensa independente de todo o mundo está buscando nesse tipo de apoio uma forma de existir e persistir.)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

Diálogos do Sul

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Ex-presidente da Coreia do Sul é presa

Park Geun-hye é acusada pelos crimes de suborno, abuso de autoridade e vazamento de documentos oficiais; tribunal expede mandado por risco de destruição de provas e gravidade das acusações

 

Mais Lidas