Aula Pública Opera Mundi: como a literatura periférica irá se consolidar?

No novo episódio da Aula Pública, Érica Peçanha, doutora em Antropologia pela USP, discute as manifestações culturais na periferia de São Paulo

Opera Mundi TV

Érica Peçanha discute a produção cultural na periferia de São Paulo


No novo episódio da quarta temporada da Aula Pública, Érica Peçanha, doutora em Antropologia pela USP, analisa o crescimento da produção cultural nas regiões periféricas de São Paulo. Autora do livro 'Vozes Marginais na Literatura' (Editora Aeroplano, R$ 32), Érica explica como na última década um novo movimento de protagonismo cultural surgiu em bairros populares da capital paulista.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"Não é a primeira vez na literatura brasileira que se registram casos de negros, operários, ex-presidiários e sujeitos das camadas populares que escrevem histórias sociais e suas perspectivas no campo literário. Na última década, no entanto, assistimos um movimento que floresceu com força política, histórica e estética. Trata-se de uma série de experiências coletivas que traz à tona as diferentes vozes de espaços marginalizados", explica.

Assista ao primeiro bloco da Aula Pública com Érica Peçanha: como a literatura periféria irá se consolidar?

 

No segundo bloco da Aula Pública, Érica Peçanha responde perguntas do público do Sarau do Perifatividade

Aula Pública Opera Mundi: como garantir a soberania alimentar no mundo?

TVT exibe nesta quinta, às 20h, Aula Pública Opera Mundi sobre gestão da água no mundo

O caso 'Aquarius': a censura que não ousa dizer seu nome

 

Leia Mais



Uma vez que você chegou até aqui...


…temos algo a sugerir. Cada vez mais gente lê Opera Mundi, mas a publicidade dos governos, com o golpe, foi praticamente zerada para a imprensa crítica, e a publicidade privada não tem sido igualmente fácil de conseguir, apesar de nossa audiência e credibilidade. Ao contrário dos sites da mídia hegemônica, nós não estamos usando barreiras que limitam a quantidade de matérias que podem ser lidas gratuitamente por mês. Queremos manter o jornalismo acessível a todos. Produzir um jornalismo crítico e independente custa caro e dá trabalho. Mas nós acreditamos que o esforço vale a pena, pois um jornalismo desse tipo é essencial num mundo que preza a democracia. E temos certeza de que você concorda com isso.


Torne-se um assinante solidário ou faça uma contribuição única.




(Este anúncio é diretamente inspirado numa solicitação feita pelo jornal britânico ‘The Guardian’. A imprensa independente de todo o mundo está buscando nesse tipo de apoio uma forma de existir e persistir.)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

Diálogos do Sul

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Mais Lidas