Polônia: mulheres marcham contra criminalização do aborto; veja fotos

Protestos ocorreram em 5 cidades do país; atual legislação permite procedimento apenas em casos de risco ou gravidez resultante de estupro

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Milhares de mulheres foram às ruas de diversas cidades da Polônia na segunda-feira (04/10) para protestar contra um projeto de lei que poderá criminalizar o aborto no país. Vestidas de preto em sinal de luto, elas marcharam em Varsóvia, a capital; Cracóvia, Gdansk, Lodz e Breslávia.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A atual legislação da Polônia permite a realização do aborto até a 12a semana da gravidez caso a vida da mãe e/ou do feto estejam em perigo, ou quando a gravidez é resultado de estupro. 
 
O projeto de lei que tramita atualmente no Parlamento polonês iria criminalizar qualquer aborto. Mulheres que tenham abortado poderão enfrentar até cinco anos de prisão, bem como médicos que tenham realizado o procedimento.

Agência Efe

Manifestação na capital polonesa, Varsóvia


Milhares de mulheres marcharam em cinco cidades da Polônia contra criminalização do aborto

MPF/SP instaura inquérito para apurar falta de informações ao público sobre rede de aborto legal no Brasil

Corte suspende norma que bania uso de burquíni em cidade da riviera francesa

Projeto para descriminalização parcial do aborto avança no Chile

 


Mulheres protestaram contra projeto de lei que irá criminalizar o aborto


Mulheres vestiram preto em sinal de luto durante manifestações


Manifestações contra criminalização do aborto tomaram conta da Polônia na segunda-feira

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias