Assine Opera Mundi e ganhe uma obra de arte

Retrato de Lima Barreto, assinado por Fernando Carvall, será o presente de quem fizer uma assinatura solidária anual do site

Atualizada em 10.jul.2017, às 20h41

Graças à assinatura solidária de centenas de apoiadores, pudemos continuar lutando pela democracia midiática em nosso país, apesar dos golpes e retrocessos na política nacional.
 
Para celebrar essa vitória, vamos homenagear, nos meses de julho e agosto, o escritor brasileiro Lima Barreto. Quem fizer uma ASSINATURA SOLIDÁRIA ANUAL de Opera Mundi entre 10 de julho e 31 de agosto ganhará uma obra de arte, uma impressão do retrato feito pelo artista plástico Fernando Carvall do autor de “Triste Fim de Policarpo Quaresma” e “Recordações do escrivão Isaías Caminha” (obra que já denunciava as mazelas da imprensa brasileira no início do século 20).
 
A impressão será feita em 21,0 cm x 29,7 cm, em papel Fine Art, de longa durabilidade. A numeração será feita a lápis pelo próprio artista, que também assinará pessoalmente cada peça.
 
Carvall, com larga trajetória na imprensa brasileira, é cartunista, dirige o estúdio Saci.  
 

Os valores da colaboração são de R$ 600, R$ 900 e R$ 1.200, no cartão de crédito ou no boleto. Para colaborar, clique aqui.

Quem colaborar receberá, além do retrato feito por Carvall, as seguintes recompensas: agradecimento público em nossas redes sociais (mediante autorização); reprodução de imagem do ensaio O cotidiano de Cuba em cores, feito pelo fotojornalista Diogo Zacarias; e o e-book “O Mundo em Movimento – Reportagens especiais de Opera Mundi”.

Conheça melhor nosso projeto e a campanha de assinatura solidária:

Opera Mundi foi gestado para suprir a falta de destaque recebido pelas regiões com as quais o Brasil tem relações comerciais e políticas nos meios de comunicação tradicionais, e consolidou-se como o único veículo brasileiro a tratar essencialmente de temas internacionais, com cerca de 1 milhão de visitantes únicos por mês.

Leia mais: Projeto Assinatura Solidária Opera Mundi - Perguntas Frequentes

Ao longo desse período, realizamos diversas coberturas internacionais importantes como a morte de Fidel Castro; eleição nos Estados Unidos; processo de paz na Colômbia; o plebiscito em que o Reino Unido decidiu deixar a União Europeia, apenas para citar exemplos recentes.

Opera Mundi cumpre também um papel fundamental em termos de democratizar o conhecimento sobre as Relações Internacionais, desenvolvendo diversas iniciativas para abrir novos horizontes sobre política externa e direito internacional. Exemplo disso é a seção “Duelos de Opinião”, em que dois expoentes sobre determinado assunto expõem visões opostas sobre um tema, ou o programa "Aula Pública Opera Mundi" que, desenvolvido em parceria com a TVT,  uma emissora educativa, e transmitido em canal aberto para grande São Paulo, trabalha com uma linguagem dinâmica e interativa para debater assuntos de relevância internacional.

Opera Mundi lança campanha de assinatura solidária para financiar seu jornalismo independente

Projeto Assinatura Solidária Opera Mundi - Perguntas Frequentes

Por que apoiar a imprensa independente? Conheça projetos que merecem sua colaboração

 

Receitas

O projeto Opera Mundi, que também inclui os sites Revista Samuel e Diálogos do Sul, sempre teve como principal fonte de receitas a publicidade, privada ou estatal. Em ambos os casos, enfrentou a resistência que, tradicionalmente, os veículos independentes encontram. Tanto órgãos públicos quanto empresas privadas têm um histórico, no país, de concentrarem seus investimentos em propaganda em poucos veículos de comunicação.

Reprodução

Rubens Barbosa, Leci Brandão, Celso Amorim, Laerte, João Pedro Stédile, Djamila Ribeiro e Luís Nassif participam de campanha de apoio a Opera Mundi 

Para além das dificuldades tradicionais, a atual gestão do governo federal decidiu cortar toda a verba que era destinada a veículos progressistas.

Assim, Opera Mundi optou por lançar, de forma não excludente, uma campanha de assinatura solidária. O objetivo é ampliar as opções de sustentação econômica do projeto, sem abandonar - pelo menos por enquanto - os recursos advindos de publicidade.

A receita publicitária atual não cobre totalmente os custos de Opera Mundi, que incluem o trabalho de jornalistas e colaboradores, aluguel do espaço onde funciona nossa redação em São Paulo, aquisição e manutenção de equipamentos e serviços de hospedagem, assim como viagens para coberturas especiais e reportagens em países de diversas regiões do planeta.

Isso custa quanto?

O custo médio de um mês de Opera Mundi, considerando os profissionais e a infraestrutura física e tecnológica, é da ordem de R$ 90 mil. Isso, claro, pode variar, mas trabalhamos com essa ordem de grandeza ao planejar nossos gastos e nossas possibilidades a cada mês.

Política de cancelamento das assinaturas

Caso queira cancelar a assinatura, ligue para o departamento comercial do Opera Mundi no (11) 3012-2408 entre as 10h00 e as 17h00.

Prazo de entrega das recompensas

As recompensas serão enviadas em até 60 dias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

Um livro fundamental para a luta das mulheres brasileiras

Um livro fundamental para a luta das mulheres brasileiras

Este livro traz de volta, depois de anos esgotado, o texto "Breve Histórico do Feminismo no Brasil", da pesquisadora e militante Maria Amélia de Almeida Teles. E acrescenta seis ensaios da autora, que tratam de temas como o aborto, a luta pela creche, a violação dos direitos humanos das mulheres durante a ditadura militar, a repressão contra as crianças no período e ainda o feminicídio.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias