Abbas defende solução de dois Estados para conflito no Oriente Médio, mas diz que quer negociar com Trump

Presidente da Palestina diz estar pronto para 'trabalhar pela paz' com presidente norte-americano; Trump revogou duas décadas de diplomacia e sugeriu Estado único para Israel e Palestina

O presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, defendeu nesta quarta-feira (15/02) a solução de dois Estados para o conflito com Israel e se mostrou disposto a negociar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que sinalizou que pode apoiar a manutenção de um único Estado na região, informou a agência oficial Wafa. Abbas focou as críticas no governo de Israel, acusando Netanyahu de querer minar a base das negociações de paz nos últimos anos através da "sequência dos assentamentos". "Isso dará espaço para mais extremismo e estabilidade", afirmou.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Em um comunicado oficial, o presidente da Palestina reafirmou seu “compromisso contínuo com a solução de dois Estados, a lei internacional e a legitimidade, que teriam que garantir o final da ocupação israelense”. Abbas também declarou que deseja estabelecer “um Estado palestino independente com Jerusalém Oriental como capital, que viva em paz e segurança junto ao Estado de Israel, segundo as fronteiras de junho de 1967”.

Agência Efe

Presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, defendeu solução de dois Estados após declarações de Trump

Auxiliares de campanha de Trump mantiveram 'repetidos contatos' com inteligência russa, diz NYT

Trump classifica como 'absurda' denúncia de contato de assessores com Rússia; 'história risível', diz Kremlin

Trump revoga duas décadas de diplomacia dos EUA e sugere Estado único para Israel e Palestina

 

Nesta quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou que não descarta uma solução de um único Estado durante uma visita do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, à Casa Branca, uma mudança significativa na política externa dos EUA para a região nos últimos 20 anos. "Estou olhando para a solução de dois Estados e de um Estado. Gostarei daquela que as duas partes prefiram. Posso viver com qualquer das duas saídas", afirmou Trump.

Abbas disse estar pronto para "trabalhar pela paz" com o presidente norte-americano, que pediu que Israel "segure um pouco" a expansão dos assentamentos judaicos no território ocupado, uma política que foi reforçada desde que Trump chegou ao poder. Netanyahu anunciou a construção de 6 mil novos imóveis, e o parlamento israelense aprovou uma lei que regulariza parte das colônias ilegais.

Agência Efe

Israel aprovou construção de 6 mil casas em território palestino ocupado desde posse de Trump

O grupo islamita Hamas criticou as declarações de Trump, afirmando que todos os governos americanos, incluindo o atual, sempre beneficiaram a ocupação israelense e nunca atuaram de maneira séria para garantir os direitos dos palestinos.



Uma vez que você chegou até aqui...


…temos algo a sugerir. Cada vez mais gente lê Opera Mundi, mas a publicidade dos governos, com o golpe, foi praticamente zerada para a imprensa crítica, e a publicidade privada não tem sido igualmente fácil de conseguir, apesar de nossa audiência e credibilidade. Ao contrário dos sites da mídia hegemônica, nós não estamos usando barreiras que limitam a quantidade de matérias que podem ser lidas gratuitamente por mês. Queremos manter o jornalismo acessível a todos. Produzir um jornalismo crítico e independente custa caro e dá trabalho. Mas nós acreditamos que o esforço vale a pena, pois um jornalismo desse tipo é essencial num mundo que preza a democracia. E temos certeza de que você concorda com isso.


Torne-se um assinante solidário ou faça uma contribuição única.




(Este anúncio é diretamente inspirado numa solicitação feita pelo jornal britânico ‘The Guardian’. A imprensa independente de todo o mundo está buscando nesse tipo de apoio uma forma de existir e persistir.)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

Diálogos do Sul

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Mais Lidas