Miss italiana morre aos 28 anos por câncer de mama

Veronica Sogni tinha participado no 'Miss Italia' e do programa de TV 'XFactor'

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Após ter brilhado em concursos de beleza e em competições musicais, a miss Veronica Sogni, querida em toda a Itália, morreu nesta terça-feira (14/03), aos 28 anos, devido a um câncer de mama.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A jovem ficou famosa ao ficar entre as finalistas do "Miss Italia" de 2009 e por ter ganho o título de Miss Sasch Modella Domani daquela edição. "Um anjo de cabelos curtos, com a cabeça cheia de sonhos, como o seu sobrenome, voou para o céu", afirma homenagem no site do concurso.

Reprodução Facebook

Veronica Sogni foi miss Italia em 2009 e morreu nesta terça-feira por câncer de mama

Em 2012, no entanto, Veronica descobriu um tumor em um dos seios já em estado avançado e começou a fazer quimioterapia. Sempre otimista, a modelo dizia que seus amigos já estavam acostumados a vê-la careca e que ela até gostava do corte porque parecia uma "guerreira masai".

Já em 2015, a milanesa participou da competição "XFactor" do país chegando até a última fase de seleção. A miss também chegou a estar presente no programa da emissora "Rai" "I Soliti Ignoti".

Itália cria imposto único de 100 mil euros para tentar atrair milionários ao país

Itália aprova criação de 'Bolsa Família' de até 480 euros mensais

Itália registra menor taxa de desemprego em quatro anos

 

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

A música nos livros

A música nos livros

Música clássica, música popular, música engajada, música e política, música num romance policial. Se você gosta de música, não pode deixar de conhecer esses 20 títulos da editora Alameda. Clique aqui e confira. O frete é grátis.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Finlândia encerra teste de salário básico para todos

Primeiro experimento de um governo europeu com pagamento incondicional a cidadãos terminará no próximo ano; desde 2017, um grupo de dois mil desempregados recebe 560 euros mensais, sem exigência de procurar emprego