Chuck Berry, uma das maiores lendas e pioneiro do rock, morre aos 90 anos

Artista havia anunciado lançamento de novo álbum neste ano, depois de 38 anos; músicos lamentam e Hall da Fama do Rock diz que música de Berry 'capturaram a essência da vida adolescente de 1950'

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Chuck Berry, um dos fundadores do rock graças à música "Maybellene", lançada em 1955, morre neste sábado em sua casa aos 90 anos, segundo informou a polícia do condado de St. Charles, no Missouri (Estados Unidos). Em mensagem em seu perfil no Facebook, a polícia do condado de St. Charles, nos arredores de St. Louis, confirmou a morte de Charles Edward Anderson Berry, mais conhecido como Chuck Berry.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A polícia atendeu a uma ligação de emergência da casa de Berry, onde o artista foi encontrado inconsciente e, apesar das tentativas de reanimá-lo, o músico não resistiu e foi declarado morto às 13h26 (horário local, 15h26 de Brasília). A família de Berry pediu privacidade neste momento de luto.

No último dia 18 de outubro, quando completou 90 anos, o guitarrista e autor músicas míticas como "Johnny B. Goode" anunciou que lançaria neste ano "Chuck", seu primeiro disco em 38 anos, após "Rock It" (1979). Nesse álbum, dedicado a sua esposa Themeta, com quem estava casado desde 1948, trabalhou o grupo de confiança de Berry, formado por seus filhos Charles Berry Jr. (guitarra) e Ingrid Berry (gaita), além de Jimmy Marsala (baixo), Robert Lohr (piano) e Keith Robinson (bateria).

Em 2012, Berry revelou que tinha algumas canções escritas há mais de 20 anos e que pretendia lançá-las em um novo disco.

Agência Efe

Chuck Berry durante show em 2007 na Espanha

O artista foi um dos fundadores do rock graças à música "Maybellene", lançada em 1955, e em sua biografia do Hall da Fama do Rock se lê: "Após Elvis Presley, só Chuck Berry teve mais influência na hora de dar forma e desenvolver o rock and roll". Autor de clássicos como "Sweet Little Sixteen", "School Days" "Rock and Roll Music" e "Back in the USA", Berry foi influência para Beatles, Rolling Stones e The Beach Boys, entre outros.

John Lennon chegou a dizer uma vez: "Se quisessem dar ao rock and roll outro nome, poderiam tê-lo chamado de Chuck Berry".

Agência Efe

Chuck Berry em apresentação em Las Vegas, em 1972

Atriz Debbie Reynolds morre um dia após a filha, Carrie Fisher

Morre aos 91 anos o filósofo polonês Zygmunt Bauman

Filósofo e crítico literário búlgaro Tzvetan Todorov morre em Paris, aos 77 anos

 

Quando a Nasa enviou ao espaço em 1977 a sonda não tripulada Voyager I, incluiu um disco com sons e imagens da vida na Terra para o caso de que fosse encontrada por uma espécie extraterrestre, e a canção que figura como representativa do rock é, precisamente, "Johnny B. Goode". Em carta enviada em 1986, em comemoração do aniversário de Chuck Berry, Carl Sagan diz que a música, junto aos outros arquiuvos do Voyager, durará "um bilhão de anos ou mais".

Reprodução

"Esse registro durará um bilhão de anos ou mais", disse Sagan em carta a Chuck Berry em 1986

O músico foi um dos primeiros a entrar no Hall da Fama do Rock, em 1986 e, entre outros prêmios, recebeu um Grammy em 1984 em reconhecimento a toda sua trajetória e um prêmio do Centro Kennedy em 2000.

Músicos lamentam morte de Chuck Berry

As reações de personalidades do mundo da música à sua morte não demoraram a aparecer através do Twitter e comunicados.

Em uma série de tweets, Mick Jagger agradeceu Berry por sua "música inspiradora", que deu vida a seu sonho e ao de muitos outros "de ser músicos e artistas", enquanto seu companheiro nos Rolling Stones, Keith Richards, ressaltou em comunicado: "Uma das minhas grandes luzes se apagou!".

Por sua parte, Bruce Springsteen lamentou no Twitter a "tremenda perda de um gigante", ao definir Berry como "o melhor" guitarrista e escritor de rock and roll da história.

O líder da banda britânica "The Animals", Eric Burdon, também lamentou a morte do músico, e afirmou neste domingo (19/03) que a influência musical de Chuck Berry foi tão importante que "qualquer um que estivesse no mundo do rock ou do 'rhythm and blues' tinha que tocar" seus temas.

Em comunicado, o Hall da Fama do Rock destacou que a música e as letras de Berry "capturaram a essência da vida adolescente de 1950", ao ressaltar que "influenciou a todos os que pegaram uma guitarra depois dele". 

 

(*) Com Agência Efe

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Escravidão e Liberdade

Escravidão e Liberdade

A editora Alameda traz uma seleção especial de livros escravidão, abolição do trabalho escravo e sobre cultura negra. Conheça o trabalho de pesquisadores que se dedicaram profundamente a esses temas, centrais para o debate da questão racial e da história do Brasil. 

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Morre, aos 85 anos, o escritor Philip Roth

Premiado e polêmico, romancista de origem judaica é considerado um dos maiores autores norte-americanos da segunda metade do século 20; entre suas principais obras estão 'O complexo de Portnoy' e 'Pastoral americana'