Pesquisador descobre 'dente do pecado' na Pietà de Michelangelo

Descoberta simboliza que Jesus leva consigo 'pecados do mundo', afirma o historiador Marco Bussagli, da Academia de Belas Artes de Roma

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

A Pietà, famosa escultura do italiano Michelangelo que se encontra na Basílica de São Pedro, no Vaticano, é repleta de simbolismos e significados ocultos, como vários dos trabalhos do artista italiano. Mesmo assim, nem os mais apaixonados por arte devem ter percebido a simbologia presente em um dos dentes de Cristo na obra.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Na realidade, o detalhe, imperceptível para quase qualquer pessoa, mas intrigante assim que é descoberto, trata-se de um dente a mais na boca de Jesus, um quinto incisivo central, considerado o "dente do pecado" na época (século 15), mas chamado pelos dentistas atualmente de mesiodens, o dente supranumerário mais comum.

Wikimedia Commons

Em Pietà, Jesus está deitado no colo da Virgem Maria; obra fica na Basílica de São Pedro, no Vaticano

Itália registra menor taxa de desemprego em quatro anos

Miss italiana morre aos 28 anos por câncer de mama

Funcionários da Alitalia farão nova greve no dia 5 de abril

 

Mas porque Jesus Cristo teria um incisivo a mais? De acordo com o historiador de arte Marco Bussagli, da Academia de Belas Artes de Roma, a razão seria que Michelangelo queria mostrar na escultura que Cristo assumia para si todos os pecados do mundo.

 "A ideia de um quinto incisivo como o dente do pecado em realidade é anterior a Michelangelo, o exemplo mais antigo é a Pietà de Lorenzo Salimbeni", disse o italiano durante uma leitura inaugural do 28º Congresso Internacional de Odontologia e Saúde Oral, realizado na cidade de Rimini pela Società Italiana di Parodontologia e Implantologia.

 Além de Michelangelo, que utilizou [o quinto dente] em alguns dos rostos do [afresco] 'O Juízo Final' [da Capela Sistina], o símbolo também aparece nas ilustrações de [Sandro] Botticelli do demônio da 'Divina Comédia'", afirmou Bussagli. 

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

50 anos depois, ainda temos um sonho

Somente o acesso real de todos a serviços públicos de qualidade possibilitará a luta pela justiça social e pela redução das desigualdades