FMI eleva previsão de crescimento da economia mundial em um décimo, para 3,5%

Para a China, o órgão prevê um aumento de 6,6% neste ano, e, para os EUA, um crescimento de 2,3% em 2017 e de 2,5% em 2018; Índia deve liderar crescimento global com mais de 7%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou em um décimo percentual sua previsão de crescimento da economia mundial em 2017, para 3,5%, e manteve em 3,6% a de 2018, mas alertou para os riscos crescentes das "políticas isolacionistas" nas economias avançadas.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

No relatório "Perspectivas Econômicas Globais", divulgado nesta terça-feira (18/04), o FMI destacou como fatores principais desta revisão (que coloca o PIB mundial quatro décimos acima da taxa de 3,1% registrada em 2016) a melhora dos prognósticos sobre China e Estados Unidos - neste último, por conta da expansão fiscal prometida pelo presidente Donald Trump.

Para a China, o órgão prevê um aumento de 6,6% neste ano, e, para os EUA, um crescimento de 2,3% em 2017 e de 2,5% em 2018, números que coincidem com o prognóstico de janeiro, mas que são ligeiramente do que os previstos em outubro do ano passado.

Agência Efe

FMI divulgou relatório de crescimento mundial em 2018 nesta terça-feira

Estados Unidos pressionam ONU para que órgão tome medidas contra Irã

Presidente da China abre XIX Congresso do Partido Comunista destacando avanço do socialismo no país

Somália conta pelo menos 315 mortos em ataques em Mogadíscio

 

"A atividade econômica mundial está subindo, e o investimento, a manufatura e o comércio internacional experimentam uma recuperação cíclica largamente esperada", aponta o documento.

O órgão dirigido por Christine Lagarde adverte, porém, que "as políticas isolacionistas põem em risco a integração econômica e a ordem econômica de cooperação mundial", e acarretam "o risco destacável de uma guinada para o protecionismo que faça explodir uma guerra comercial".

O FMI reiterou, assim, seus alertas sobre os efeitos negativos deste tipo de proposta, especialmente diante de seu auge em economias avançadas como Estados Unidos e Reino Unido, esta última em processo de saída da União Europeia (UE) com menor impacto do que o esperado no curto prazo, com projeções de crescimento de 2% para este ano e de 1,5% para o próximo.

Além disso, o relatório destaca a recuperação do Japão, com uma alta de 1,2% para 2017, quatro décimos percentuais a mais do que o calculado em janeiro; a volta da Rússia a um nível de crescimento, com expansão de 1,4% para 2017 e 2018, e a solidez da Índia, que continuará à frente do crescimento global com taxas superiores a 7%.

Leia Mais

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Inspirada pela Revolução Russa, a Alameda Casa Editorial fez uma seleção de 100 livros com desconto de 20% e frete grátis. São livros que tratam da sociedade capitalista, do mercado de trabalho, do racismo, do pensamento marxista, das grandes depressões econômicas, enfim: do pensamento social que, direta ou indiretamente, foi influenciado pela revolução dos trabalhadores de 1917. Aproveite.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias