Aula Pública com Eleonora de Lucena: Brasil, como nação, vive crise sem precedentes? Como sair dela?

Jornalista fala sobre a necessidade de o país ter um projeto para superar a turbulência política

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Opera Mundi TV

Na Aula Pública, Eleonora de Lucena propõe saídas para a crise política no Brasil


Para entender a situação no Brasil, precisamos olhar para o contexto global. Em termos de duração — quase 10 anos —, vivemos uma das maiores crises que o sistema capitalista já enfrentou. Com a pressão pelos ganhos financeiros a despeito dos interesses da população, cria-se uma necessidade de romper com as regras democráticas para impor a agenda do capital financeiro.  

Clique aqui para assistir a todos os episódios da Aula Pública Opera Mundi

Esta é uma das análises que Eleonora de Lucena, jornalista e ex-editora da Folha de São Paulo, faz ao discutir o 'Brasil, Como Nação, Vive Uma Crise Sem Precedentes? Como Sair Dela?', na Aula Pública Opera Mundi.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"O golpe contra a presidente Dilma Rousseff pode ser visto como um movimento do capitalismo financeiro para enquadrar o Brasil como um país mais subserviente, ou seja, abrindo suas riquezas para o mercado internacional", afirma.

Assista ao primeiro bloco da Aula Pública com Eleonora de Lucena: O Brasil vive uma crise sem precedentes?

 

Aula Pública com Marco Piva: Qual o legado da luta armada na América Latina?

Opera Mundi e TVT gravam nova temporada da Aula Pública na PUC-SP; saiba como participar

Aula Pública com Fernando Haddad: como as cidades podem ser mais democráticas?

 

No segundo bloco, a jornalista Eleonora de Lucena responde perguntas do público na Universidade Anhembi Morumbi, campus centro.


"A predominância do capital financeiro destroi os sistemas produtivos, provocando a concentração de renda e deixando as populações encalacradas. O capitalismo, no estágio que está, é praticamente incompátivel com a democracia", explica .

Em abril de 2017, um grupo de intelectuais e membros da sociedade civil lançou o 'Projeto Brasil Nação'. Eleonora faz parte desse movimento, que tenta retomar o conceito de "nação" para o Brasil.

"Não podemos ver o que está acontecendo com o Brasil apenas como uma crise política e econômica. A cada dia, a ideia que podemos atuar conjuntamente, em comunidade, estreitando laços entre os brasileiros, é reduzida e minada no nosso imaginário. Ou seja, somos impedidos de pensar como nação. O projeto que lançamos, mesmo que ainda numa fase embrionária, tem como objetivo repensar que tipo de país nós queremos e retomar a ideia de que é possível fazer algo em comum", afirma.

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias