França vai banir todos os carros movidos a gasolina e diesel até 2040

Anúncio foi feito pelo ministro de Meio Ambiente do país; até medida entrar completamente em vigor, Paris irá oferecer benefícios financeiros para que donos de carros poluidores troquem de veículo

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O ministro do Meio Ambiente da França, Nicolas Hulot, anunciou nesta quinta-feira (06/07) que o país vai banir todos os carros movidos a gasolina ou diesel até 2040. A medida faz parte dos planos do presidente Emmanuel Macron de tornar a França uma nação neutra em carbono até 2050.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Paris irá oferecer neste período de 23 anos, até a entrada em vigor da medida, incentivos financeiros a donos de veículos poluidores, disse Hulot, que não deu mais detalhes.

O ministro não especificou se veículos híbridos poderão continuar nas ruas.

A Alemanha, a Holanda e a Noruega também já estabeleceram prazos, que chegam no máximo a 2030, para retirar carros poluidores das ruas.

Wikimedia Commons

Carro elétrico é abastecido em Grenoble, na França; país quer até 2040 banir veículos poluidores

Morre aos 89 anos Simone Veil, política francesa e ícone do feminismo europeu

Concurso internacional no Irã premia melhor charge contra Donald Trump

Volvo anuncia que só produzirá carros elétricos

 

Volvo

Nesta quarta (05/07), a empresa sueca Volvo anunciou que iria produzir exclusivamente carros elétricos a partir de 2019.

Segundo a empresa, o objetivo é vender 1 milhão de veículos até 2025, de variados modelos – de carros totalmente elétricos a versões híbridas. A decisão inicialmente se aplica à Volvo Cars, ou seja, os caminhões continuarão a ser produzidos como agora pela Volvo Trucks.

"O anúncio marca o fim dos motores exclusivamente a combustão", anunciou Hakan Samuelsson, presidente da Volvo. "A demanda por carros elétricos é crescente, e queremos dar uma resposta a nossos consumidores."

(*) Com DW

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias