Arqueólogos encontram câmara fúnebre nos arredores de Stonehenge

Pesquisadores acreditam que estrutura feita de barro teria abrigado cadáveres dos primeiros povos a ocuparem a região da Planície de Salisbury, na Inglaterra; monumento tem cerca de 5.700 anos

Uma câmara fúnebre datada de 5.600 a 5.700 anos atrás foi encontrada na Planície de Salisbury na Inglaterra, nas proximidades do monumento megalítico de Stonehenge.O monumento foi encontrado em um campo de trigo graças a fotografias aéreas que revelaram contornos indicando algum tipo de estrutura enterrada no local.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Estudiosos acreditam que a construção feita de barro teria servido para abrigar os cadáveres dos primeiros povos a ocuparam a Grã-Bretanha.

“Esse é um tipo muito raro de monumento, que não temos a possibilidade de escavar com muita frequência”, disse Jim Leary, diretor da Escola de Arqueologia da Universidade de Reading que está comandando as escavações.

Os estudiosos não possuem mais informações, pois os trabalhos estão no início. Porém, Leary afirmou que, dos monumentos da região, “este será o primeiro em 50 anos que estamos escavando na íntegra”.

Universidade de Reading

Estrutura feita de barro teria abrigado cadáveres dos primeiros povos a ocuparem a região

Arqueólogos encontram pela 1ª vez em 60 anos caverna onde eram escondidos manuscritos do mar Morto

Homo naledi conviveu com Homo sapiens no sul da África, diz estudo

Pesquisadores dizem que peça de 3.000 anos encontrada no Egito pode ser prótese mais antiga do mundo

 

As escavações iniciais revelaram que a edificação teria cerca de 26 metros de comprimento por 20 metros de largura. Para o especialista, se esse monumento for igual aos demais da região pode conter até 50 esqueletos enterrados, inclusive de animais. Segundo Leary, “esse foi o primeiro povo a domesticar vacas e elas pareciam uma espécie muito importante para eles”.

Stonehenge

Estudiosos investigam o monumento localizado na Planície de Salisbury há anos e seu propósito ainda continua um mistério. Em 2015, foi descoberta uma arena de pedras datada do período Neolítico nos arredores de Stonehenge, que os especialistas afirmaram ser usada para rituais.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

Um livro fundamental para a luta das mulheres brasileiras

Um livro fundamental para a luta das mulheres brasileiras

Este livro traz de volta, depois de anos esgotado, o texto "Breve Histórico do Feminismo no Brasil", da pesquisadora e militante Maria Amélia de Almeida Teles. E acrescenta seis ensaios da autora, que tratam de temas como o aborto, a luta pela creche, a violação dos direitos humanos das mulheres durante a ditadura militar, a repressão contra as crianças no período e ainda o feminicídio.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Deputados barram lei de aborto aprovada pelo Senado no Chile

Projeto que autoriza aborto nos casos de risco de vida para a gestante, estupro ou má formação do feto vai a comissão mista para ser reavaliado; Michelle Bachelet criticou oposição por votar por 'ideologia ou religião' contra a lei

 

Notas sobre Marco Aurélio Garcia, um grande camarada

MAG combinou interesses econômicos e políticos com uma visão anti-hegemônica clara e firmou-se como leme de uma diplomacia que tinha o desenvolvimento e a construção de novas parcerias Sul-Sul como meta