Canadá responde Trump convidando pessoas transgênero a se alistarem no Exército do país

'Damos as boas-vindas aos canadenses de todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Junte-se a nós!', disse conta oficial das Forças Armadas canadenses

Pouco depois do anúncio feito pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que proibirá o ingresso de transexuais nas Forças Armadas do país, os militares canadenses responderam abrindo suas portas para "todas as orientações sexuais e identidades de gênero".


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"Damos as boas-vindas aos canadenses de todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Junte-se a nós!", disse a conta oficial das Forças Armadas canadenses no Twitter.

O texto estava acompanhado de uma foto da Banda da Marinha Real Canadense desfilando em uma das comemorações do Dia do Orgulho Gay, em Toronto. O tuíte das Forças Armadas do Canadá também tinha um link para um site que informava sobre as oportunidades de trabalho e profissionais nos Exércitos do país.

Venezuela acusa Colômbia e México de conspirar com CIA contra Maduro

Genro de Trump depõe no Senado dos EUA e nega conluio com Rússia

Trump proíbe que pessoas transgênero sirvam nas Forças Armadas dos EUA

 

Estima-se que aproximadamente 200 pessoas nas Forças Armadas do Canadá são transexuais.

Trump anunciou, na terça (26/07) que decidiu não permitiu que transgêneros atuem nas Forças Armadas do país, sem explicar quando a proibição entrará em vigor e revertendo a abertura adotada no ano passado pelo ex-presidente Barack Obama.

O republicano comunicou a mudança pelo Twitter e disse que, após ter consultado generais e especialistas, decidiu não "aceitar nem permitir" que as pessoas transgênero sirvam nas Forças Armadas dos EUA.

Agência Efe

Manifestantes protestaram contra medida de Trump sobre transgêneros nas Forças Armadas em frente ao Capitólio, em Washington

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

História Agrária da Revolução Cubana

História Agrária da Revolução Cubana
Este livro é um estudo sobre a saga da reforma agrária numa sociedade de origem colonial presa ao círculo vicioso do subdesenvolvimento. Fundamentado em farta documentação e entrevistas com técnicos e lideranças que participaram diretamente do processo histórico cubano, o trabalho reconstitui as barreiras encontradas pela revolução liderada por Fidel Castro para superar as estruturas materiais de uma economia de tipo colonial.
Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Olhar crítico desde a esquerda: a economia

Desafio estratégico para superar a condição de exportadores de commodities requer um processo de industrialização especializada para as exportações que permita dar o salto ao desenvolvimento produtivo e à independência econômica