Homem atropela grupo de militares antiterrorismo na França

Seis agentes ficaram feridos, dois em estado grave na cidade de Levallois-Perret; primeiro-ministro francês confirmou prisão do motorista

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Um homem atropelou um grupo de militares da operação antiterrorismo Sentinelle nesta quarta-feira (09/08) em Levallois-Perret, próximo a Paris. Ao todo, seis agentes ficaram feridos, dois em estado grave.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

O primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, já confirmou a prisão do motorista. O chefe do governo detalhou na Assembleia Nacional que o carro em questão, uma BMW preta, foi interceptado na rodovia que liga Paris a Boulogne-sur-Mer, no norte do país, mas não deu detalhes sobre a detenção, que está "em fase de investigação".

O carro atingiu o grupo de policiais em alta velocidade por volta das 8h15 (hora local) e o homem que o guiava fugiu em uma BMW. "Nenhuma pista foi excluída: um ato terrorista, um gesto de um desequilibrado ou um simples acidente de trânsito", informam os investigadores em nota. O jornal Le Monde informa que, segundo testemunhas, o "homem estava sozinho, não disparou e não disse uma palavra que poderia ligá-lo a uma organização jihadista".

Agência Efe

O carro atingiu o grupo de policiais em alta velocidade, deixando seis agentes feridos

Com Netanyahu, Macron critica ocupação israelense e pede retomada de negociações com palestinos

Incêndios florestais obrigam evacuação de 12 mil pessoas na costa mediterrânea da França

Wikileaks divulga mais de 20 mil e-mails de campanha de Macron à Presidência da França

 

Já o prefeito de Levallois-Perret, Patrick Balkany, destacou em entrevista à emissora BFM-TV, que esse foi um "ato odioso deliberado, sem dúvidas".

A França está sob estado de emergência desde novembro de 2015, quando o grupo terrorista Estado Islâmico realizou uma série de atentados que mataram 130 pessoas e feriram mais de 350. No mês passado, no entanto, o presidente do país, Emmanuel Macron, prometeu revogar o estado de emergência até o fim deste ano. A situação extraordinária permite que a polícia tenha "poderes" especiais para realizar detenções e operações de busca e apreensão por todo o território.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Os supersalários das Forças Armadas

Nossa reportagem levantou todos os salários de militares e encontrou centenas acima do teto, indenizações de mais de R$ 100 mil e valores milionários pagos no exterior