Governo venezuelano anuncia convocação de Cúpula Mundial de Solidariedade

Segundo presidente Nicolás Maduro, evento deve fortalecer a mobilização da opinião mundial em defesa da verdade no país

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, convocou os povos do mundo a uma grande Cúpula Mundial de Solidariedade com o povo da Venezuela, como manifestação de rechaço às ameaças dos EUA e aos ataques da direita internacional contra a soberania da nação.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

“Essa Cúpula Mundial vai ter um conjunto de eventos preparatórios em vários países que começam já a partir desta semana. Toda esta jornada de solidariedade deve fortalecer a mobilização da opinião mundial em defesa da verdade da Venezuela”, sublinhou Maduro em uma entrevista que a José Vicente Rangel, em seu programa “José Vicente Hoy”, transmitida pela Televen.

Nesse sentido, explicou que a importância do evento surge depois da campanha das corporações de mídia contra a soberania e o direito à autodeterminação da Venezuela. “A campanha midiática mundial é o mundo ao revés”, alertou.

Maduro indicou que para definir as atividades desta Cúpula, manteve encontros com o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, a presidenta da Assembleia Nacional Constituinte, Delcy Rodríguez, o ministro de Comunicação e Informação, Ernesto Villegas e o constituinte Adán Chávez.

(*) Com informações do resistência.cc

Assembleia Constituinte da Venezuela decide assumir parte das funções do Poder Legislativo

Constituinte vai agir contra empresários que não respeitarem preços máximos de produtos, diz Maduro

Chanceler da Venezuela reitera que Parlamento não foi dissolvido e critica reações internacionais

 

Reprodução

Maduro convoca Cúpula Mundial de Solidariedade em resposta à ameaças de intervenção

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

A XV Semana de Relações Internacionais da PUC-SP se propõe a debater diversos temas de suma importância no mundo global, diverso, construído por múltiplas interseccionalidades e difíceis obstáculos que emergem em tempos nebulosos, incertos e de repressão e transgressão. Assim, o Centro Acadêmico de Relações Internacionais da PUC-SP convida todos a participarem de uma semana repleta de debates, circunscrevendo: a Segurança Pública e Internacional; aos desafios da migração num mundo de muros e fronteiras; aos direitos em oposição com a determinação neoliberal; aos discursos de resistência e política do Sul outrora colonizado; a inserção internacional brasileira pela política externa e comercial; aos desafios da saúde num mundo global e capitalista. Mini-cursos sobre desenvolvimento da África e narrativas alternativas ao desenvolvimento progressivista na América Latina e um workshop com a Professora Dra. Mônica Hirst serão oferecidos
Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias