Justiça norte-americana suspende banimento do livro de Paulo Freire no Arizona

Medida foi considerada um ataque aos direitos constitucionais dos estudantes do estado

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

A justiça norte-americana considerou nesta terça (22/08) que medida de banir sete livros de escolas públicas do Arizona fere os direitos constitucionais dos estudantes do estado.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A medida foi tomada pelos então secretários de governo John Huppenthal e Tom Horne em 2010. Entre os livros banidos estava o livro “Pedagogia do oprimido” do educador brasileiro Paulo Freire.

Segundo a decisão judicial, o Arizona, ao banir o livros das escolas, violaria os direitos constitucionais dos estudantes “por que promulgação quanto a execução [da medida] foram motivadas por questões raciais”, afirmou o juiz A. Wallace Tashima.

Reprodução

Segundo a justiça norte-americana a decisão de banir o livro de Paulo Freire foi tomada para obter ganhos políticos

Xerife do Arizona anuncia que é gay e renuncia à campanha de Romney

Colisão entre dois helicópteros mata 7 marines no Arizona

Romney vence no Arizona e em Michigan e amplia vantagem na disputa republicana

 

“Evidências adicionais mostram que os réus estavam perseguindo fins discriminatórios para obter ganhos políticos. Horne e Huppenthal repetidamente apontaram seus esforços contra o programa em suas respectivas campanhas políticas de 2011, inclusive em discursos e propagandas de rádio. A questão foi uma benção política para os candidatos”, escreveu o juiz na senteça.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias