Ciclone provoca escassez de baunilha e abre crise em sorveterias pelo mundo

Além de ter deixado saldo de destruição em Madagascar, onde matou 38 pessoas, ciclone acabou com produção de baunilha do país

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O ciclone Enawo, que atingiu Madagascar em março deste ano, além de ter deixado 38 mortos, 180 feridos e mais de 53 mil desabrigados, também criou uma grande crise no mercado de exportação de baunilha.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Madagascar é o maior fornecedor de baunilha do mundo e praticamente toda sua renda é derivada da venda do produto. Contudo, segundo relatou o jornal Financial Times, o ciclone tropical destruiu toda a produção de baunilha de Madagascar, que precisou aumentar os preços da especiaria para US$ 600 o quilo, fazendo muitas empresas desistirem de comprar o produto.

Um dono de uma sorveteria em Boston disse ao jornal Boston Globe que os sacos de baunilha costumavam custar US$ 72. Pouco depois do ciclone, o preço aumentou 344%, para US$ 320. Já em Londres, a gigante do mercado sorveteiro Oddono's teve que retirar os gelatos de sabor baunilha do menu devido ao aumento do preço da matéria-prima.

Justiça norte-americana suspende banimento do livro de Paulo Freire no Arizona

Macron quer lançar até o fim do ano plano para refundar a União Europeia

Pentágono terá 6 meses para colocar em prática veto a pessoas transgênero nas Forças Armadas dos EUA

 

Os comerciantes da especiaria acreditavam que, em 2017, a colheita de baunilha seria 30% superior a de 2016, mas o tufão cortou pela metade a produção. Com isso, os casos de roubos do produto dispararam em Madagascar e, com medo, os agricultores foram pressionados a colher o que havia sobrado, mesmo que ainda as plantas que originam a baunilha não estivessem maduras.

Atualmente, mesmo com a produção de Indonésia e Papua Nova Guiné, nenhum país consegue substituir a baunilha "malgaxe".

O ciclone atingiu Madagascar no começo de março, afetando mais de 116 mil pessoas – 32 mil só na capital Antananarivo. Os ventos chegaram a 290 km/h.

(*) Com Ansa

Ames Lai/Flickr CC

Quebra na produção de baunilha abriu crise em sorveterias pelo mundo

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias