Presidente russo diz que sanções contra Pyongyang não resolverão problemas na região

Putin acredita que Coreia do Norte não deve ser encurralada e que neste momento é preciso sangue-frio para resolver a crise

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse, nesta quarta-feira (06/09), que a Coreia do Norte não deve ser encurralada e reiterou a postura de Moscou de que as sanções contra o regime de Pyongyang não ajudarão a resolver os problemas na península coreana.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"Não devemos nos deixar levar pelas emoções e encurralar a Coreia do Norte", disse o presidente russo, citado pela imprensa local, ao término de uma reunião com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, durante o Fórum Econômico do Oriente, que acontece em Vladivostok, no extremo oriente da Rússia.

Ele enfatizou que é "impossível" resolver os problemas da península coreana só com pressão e sanções a Pyongyang.

"Agora, como nunca, é necessário manter o sangue frio e evitar passos que conduzam a escalada da tensão", disse Putin.

 

Coreia do Norte diz ter testado com sucesso 'bomba de hidrogênio'

Brics condenam teste atômico norte-coreano

Governo chinês pede diálogo para solucionar crise na península coreana

 

Ele acrescentou que conversou com o presidente sul-coreano que "a Rússia não reconhece o status nuclear da Coreia do Norte" e que o programa nuclear e desenvolvimento de mísseis prejudicam o regime de não proliferação de armas nucleares e ameaça a segurança no nordeste da Ásia.

Agência Efe

Putin afirmou que é necessário manter o sangue frio para poder resolver o problema na península coreana


Moon, por sua parte, se mostrou satisfeito com a compreensão "e apoio" manifestado pelo presidente russo aos esforços do governo sul-coreano para garantir uma paz sólida na península coreana.

"Com base nestas negociações, o chefe dos dois Estados fortalecerão seus contatos estratégicos também para solução do problema norte-coreano", afirmou.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990