Parlamentares catalães aprovam legislação sobre referendo para separação da Espanha

Governo espanhol chegou a entrar com recurso no Tribunal Constitucional do país pedindo que votação fosse bloqueada

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O Parlamento catalão aprovou nesta quarta-feira (06/09) a lei que garante o direito da Catalunha de convocar um referendo para a ruptura da região com a Espanha.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Com a vitória, os partidos separatistas e independentistas da Catalunha, que possuem a maioria absoluta no Parlamento de Barcelona, poderão realizar o referendo marcado para 1º de outubro.

 

Manifestação contra o terrorismo reúne meio milhão de pessoas em Barcelona

Espanha reduz escritório de diplomata norte-coreano por testes com mísseis

Presidente da Espanha pede à Justiça que anule acordos do Parlamento catalão

 

No dia 28 de agosto, os partidos haviam apresentado um projeto de lei que prevê a criação de uma "República da Catalunha" caso o "sim" vença no referendo. No entanto, o governo espanhol se opõe à consulta popular e vetou a votação. Na ocasião, o chefe de Governo da Espanha, Mariano Rajoy, definiu o referendo como "ilegal" e garantiu que impediria a consulta "com todos os meios que tiver".

Agência Efe

Ao todo foram 72 votos a favor, 12 abstenções e nenhum contra


Nesta quarta, o governo espanhol chegou a entrar com recurso no Tribunal Constitucional do país pedindo que a votação da lei do referendo de independência fosse bloqueada, segundo a vice-presidente, Soraya Saénz de Santamaría.

"O governo solicitou ao Tribunal Constitucional que declare os acordos adotados no Parlamento catalão nulos e sem efeitos", afirmou ela em coletiva.
No referendo, os catalães serão questionados se querem que a região de 7,5 milhões de habitantes, 16% da população espanhola, se converta em um Estado independente em forma de república.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias