Vice-presidente uruguaio renuncia e Topolansky, esposa de Mujica, assumirá o cargo

Lucía Topolansky, ex-guerrilheira, foi a segunda senadora mais votada nas últimas eleições do Uruguai

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Vice-presidente uruguaio, Raúl Sendic, renunciou ao cargo neste sábado (09/09). Lucía Topolansky, senadora pelo partido de esquerda Frente Ampla, assumirá a vice-presidência após Sendic ter sido acusado de ter usado cartões corporativos oficiais e um título acadêmico falso. 


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A Frente Ampla é a coalizão de partidos do presidente Tabaré Vázquez e do ex-presidente e senador do Movimento de Participação Popular José Mujica. O ex-vice-presidente deixou o cargo após ter sido acusado de ter usado cartões corporativos quando era diretor da companhia de petróleo ANCAP, entre 2010 e 2013, para fazer compras pessoais. O Tribunal de Conduta Política da agremiação emitiu uma nota em que disse que Sendic atuou de um modo "inaceitável no uso de dinheiro público".

Sendic anunciou a decisão na sua conta no Twitter, onde escreveu: "Apresentei ao plenário da Frente Ampla minha renúncia indeclinável à vice-presidência. Comuniquei também ao presidente Tabaré Vázquez".

Reprodução

Ex-guerrilheira Lucia Topolansky, esposa do ex-presidente Mujica, assumirá a vice-presidência do Uruguai

É a primeira vez que um vice-presidente renuncia no Uruguai. Segundo a Constituição do país, Sendic deveria ser substituído pelo senador mais votado no último pleito, Pepe Mujica. Porém, ele está inabilitado para ocupar o cargo porque no Uruguai não há reeleição. Assim, Topolansky assumiu a primeira posição da lista eleitoral. Ainda não há data para a senadora ocupar o cargo da vice-presdiência.

Ex-presidentes Pepe Mujica e Felipe González vão liderar verificação de acordo entre FARC e Colômbia

Luta de classes não deve ser luta de ódio, diz ex-presidente uruguaio Pepe Mujica

Uruguai pede reunião do Mercosul para discutir reforma trabalhista do Brasil, a qual diz ser 'retrocesso'

 

"Topolansky é uma militante antiga do partido (o MPP, parte da Frente Ampla), vai assumir o que sua organização e a circunstância pedirem" disse Mujica ao telejornal uruguaioTelenoche. Ela e Mujica se conheceram durante a guerrilha, participaram do grupo  MLN-Tupamaros, que atuou no Uruguai nos anos 1960 e 1970. Nas décadas seguintes, Topolansky virou política e teve passagens pela Câmara dos Deputados e pelo Senado.

 

 

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

O livro que você quer!

O livro que você quer!

A Editora Alameda selecionou 31 títulos especialmente para você, leitor de Opera Mundi. Alguns destaques: Vila Buarque, o caldo da regressão, de Marcos Gama; Autoritarismo e golpes na América Latina, de Pedro Estevam Serrano; Machado de Assis - a Poesia Completa; A formação do mercado de trabalho no Brasil, de Alexandre de Freitas Barbosa; Nós que amamos a revolução, de Américo Antunes; Jorge Amado na Hora da Guerra, de Benedito Veiga; Da Pizza ao Impeachment, de Roberto Grün; Tsimane, de Aline Vieira, e Casa da Vovó, de Marcelo Godoy. A lista é incrível, aproveite. Tem alguns descontos convidativos e o frete é grátis para todo o Brasil.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

'The Post': a história não foi bem assim

Jornalista Ben H. Bagdikian, personagem coadjuvante em The Post, tem uma versão diferente da contada no filme; Bagdikian é autor do livro O Monopólio da Mídia, que será lançado em abril pela editora Veneta