Coreia do Norte rejeita sanções votadas pelo Conselho de Segurança da ONU

'Regime de Washington disparou um confronto político, econômico e militar', afirmou embaixador norte-coreano durante conferência da ONU em Genebra

A Coreia do Norte rejeitou nesta terça-feira (12/09) a nova resolução votada pelo Conselho de Segurança da ONU nesta segunda-feira (11/09) que impõe sanções mais rígidas a Pyongyang. As informações são da agência Reuters. Além da rejeição, o país também afirmou que os EUA irão sofrer em breve “a maior dor” que já sentiram.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

O embaixador norte-coreano, Han Tae Song, afirmou durante a Conferência de Desarmamento promovida pela ONU, em Genebra, que “o regime de Washington disparou um confronto político, econômico e militar, está obcecado com o jogo selvagem de reverter o desenvolvimento de força nuclear pela Coreia do Norte, que já atingiu a fase de finalização”.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou na segunda-feira (11/09) resolução com novas sanções contra a Coreia do Norte pelos testes nucleares. O texto foi aprovado por unanimidade após Rússia e China apresentarem veto a primeira versão dos EUA.

Entidades pedem que ONU tome medidas sobre postura de Brasil e EUA contra Venezuela

Merkel e Putin apostam em solução pacífica para conflito norte-coreano

Conselho de Segurança da ONU impõe novas sanções à Coreia do Norte por testes nucleares

 

A resolução aprovada estabelece a proibição de vender à Coreia do Norte gás natural ou condensado e produtos petrolíferos refinados que excedam meio milhão de barris a partir de 1º de outubro e de dois milhões de barris a partir de 1º de janeiro de 2018 e durante 12 meses.

Agência Efe

Sul-coreanas verificando medidor de radioatividade

Também determina que sejam congeladas as quantidades de petróleo que se vende à Coreia do Norte para que não excedam os montantes entregues durante os últimos 12 meses.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Protesto anti-Trump acaba em confronto no Líbano

Violência segue intensa no Oriente Médio após decisão americana de reconhecer Jerusalém. Policiais reprimem manifestação perto da embaixada americana em Beirute e, na cidade disputada, oficial israelense é esfaqueado