Brasil: Parlamentares lançam Frente em Defesa da Soberania Nacional

Em evento do Movimento dos Atingidos por Barragem, senador Roberto Requião destaca que tema é matéria-prima contra Temer

Senadores e deputados federais de vários estados brasileiros lançaram nesta segunda-feira (02/10), no Rio de Janeiro, uma Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A organização critica os interesses particulares que têm conduzido o governo golpista de Michel Temer (PMDB) a vender algumas das maiores riquezas Brasil, entre elas, a Eletrobrás e os campos de exploração de petróleo da Petrobras.

Roberto Requião (PMDB-PR), é o presidente da frente parlamentar. Segundo ele, a defesa da soberania nacional é um denominador comum e matéria-prima contra o governo Temer.

"Essa gente está vendendo a usina para multinacionais, e elas vão amortizar novamente o valor que pagaram, aumentando de forma brutal a tarifa e entregando o controle da água dos rios, o controle de irrigação nas margens, na mão de multinacionais e de interesses estrangeiros", disse.

A Frente em Defesa da Soberania Nacional também lançou um abaixo assinado. No documento, seus membros pedem atenção dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo; bem como de outros países pelo mundo, para a massiva desaprovação da população brasileira diante do governo golpista e seus projetos que visam as privatizações dos bens nacionais. Além disso, a frente também pretende convocar um plebiscito para que a população opine se concorda ou não com as privatizações.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB - RJ), que integra a frente, reiterou a importância da iniciativa. "Vários parlamentares participam dessa batalha que é a defesa do Brasil, do Brasil altivo, soberano, democrático e que defende os direitos, defende esse patrimônio construído por centenas de milhares de mãos, da inteligência brasileira, pela tecnologia brasileira, pela engenharia brasileira, pelo povo brasileiro e que está sendo liquidado por esse governo que não tem legitimidade, não tem voto e segue a orientação das grandes potências para destruir o que nós construímos", disse.

Mudança de governo deve acontecer com eleições, não com um golpe, diz Roberto Requião em Lisboa

Deputados e senadores lançam carta aberta a investidores e embaixadores no Brasil contra privatizações de Temer

Bolsonaro é condenado por dizer que afrodescendentes de quilombos 'não servem nem para procriar'

 

Após o lançamento da Frente, os parlamentares participaram de atividades do 8º Encontro Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). Robson Formica, coordenador nacional do movimento, destacou que a defesa da soberania alimentar é a grande pauta da classe trabalhadora atualmente e, por isso, também é tema do encontro dos atingidos.

“Nos próximos períodos, nós vamos ter que cada vez mais ampliar, unificar e trazer setores para essa luta que é estratégica, se a gente quer retomar o processo de garantia de direitos, de avanço de desenvolvimento social e econômico com participação popular", disse.

Lula Marques/Agência PT

Ato de lançamento da Frente Parlamentar em defesa da Soberania, no Rio de Janeiro 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também esteve presente no encontro. Em entrevista ao Brasil de Fato, ele também falou sobre o assunto. “O que está em jogo na verdade é a soberania nacional. É a nossa água, é nossa floresta, é a nossa energia, é o nosso petróleo, é tudo que um país tem, a começar pela soberania alimentar. Nós tinhamos conseguido sair do mapa da fome e voltamos outra vez porque a energia principal que nós precisamos cuidar é a energia humana, a energia física”, pontuou.

O encontro do MAB se estenderá até o dia 5 de outubro, com uma série de atividades que chamam a atenção da população e dos militantes do Movimento para os ataques do governo golpistas aos direitos e aos bens da povo brasileiro.

*Publicado originalmente em Brasil de Fato.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Protesto anti-Trump acaba em confronto no Líbano

Violência segue intensa no Oriente Médio após decisão americana de reconhecer Jerusalém. Policiais reprimem manifestação perto da embaixada americana em Beirute e, na cidade disputada, oficial israelense é esfaqueado