Escritor Kazuo Ishiguro ganha Nobel de Literatura

Anúncio foi feito nesta quinta-feira (05/10) em Estocolmo, na Suécia; academia diz que escritor retrata em seus livros temas como 'memória, passagem do tempo e desilusão pessoal'

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O escritor nipo-britânico Kazuo Ishiguro foi anunciado nesta quinta-feira (05/10) como o vencedor do prêmio Nobel de Literatura deste ano. A escolha foi divulgada em um evento em Estocolmo, na Suécia.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

De acordo com o Comitê do Nobel, Ishiguro retrata em seus livros temas como "memória, passagem do tempo e desilusão pessoal”. O anúncio oficial ainda destaca que as obras do nipo-britânico tem "grande força emocional" e "desvendou o abismo sob nossa sensação ilusória da conexão com o mundo".

Considerado um dos prosadores contemporâneos mais aclamados, o autor tem entre suas principais publicações "O Gigante Enterrado", "Não me Abandone Jamais" e "Vestígios do Dia", que já rendeu a ele, em 1989, o Man Booker Prize, outro dos grandes prêmios internacionais de literatura.

No Brasil, suas obras são editadas pela Companhia das Letras, que também lançou "Noturnos" e "Quando éramos órfãos".

Nascido em Nagasaki, no Japão, em 1954, Ishiguro se mudou para a Inglaterra aos cinco anos de idade. Ao longo de sua carreira, o escritor publicou, ao todo, oito livros.

Nobel de Medicina premia descoberta sobre relógio biológico

Nobel de Física vai para estudo de ondas gravitacionais

Nobel de Química premia cientistas que criaram método para análise microscópica de moléculas

 

Agência Efe

Kazuo Ishiguro venceu Nobel de Literatura de 2017

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

O livro que você quer!

O livro que você quer!

A Editora Alameda selecionou 31 títulos especialmente para você, leitor de Opera Mundi. Alguns destaques: Vila Buarque, o caldo da regressão, de Marcos Gama; Autoritarismo e golpes na América Latina, de Pedro Estevam Serrano; Machado de Assis - a Poesia Completa; A formação do mercado de trabalho no Brasil, de Alexandre de Freitas Barbosa; Nós que amamos a revolução, de Américo Antunes; Jorge Amado na Hora da Guerra, de Benedito Veiga; Da Pizza ao Impeachment, de Roberto Grün; Tsimane, de Aline Vieira, e Casa da Vovó, de Marcelo Godoy. A lista é incrível, aproveite. Tem alguns descontos convidativos e o frete é grátis para todo o Brasil.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias