Uruguai dá posse para primeira senadora transexual da América Latina

Michele Suárez é a segunda mulher trans a assumir um cargo parlamentar na região, a primeira foi Tamara Adrían na Venezuela

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

 Michelle Suárez, a primeira senadora transexual da América Latina, assumiu nesta terça-feira (10/10) suas funções no Senado do Uruguai. Ela substituirá Marcos Carámbula, seu companheiro no Partido Comunista, que renunciou ao assento na Câmara Alta de Montevidéu. Eles foram eleitos em 2014.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Michelle tem 33 anos e é advogada. Em 2010, ela também foi a primeira pessoa transexual a obter um diploma universitário no país. "Eu aposto em uma sociedade mais justa e menos discriminatória, porque as oportunidades que eu tenho são materialmente impossíveis para muitas mulheres transgêneros", disse.

Agência Efe

Michelle substituirá o companheiro de Partido Comunista Marcos Carámbula

Parlamento alemão aprova casamento gay

'Cura gay' no Brasil ameaça cumprimento de metas das Nações Unidas sobre HIV, diz diretor do órgão

Perseguição à comunidade LGBT já provocou mais de 200 prisões na Indonésia só em 2017

 

Outras parlamentares

Em dezembro de 2015, a venezuelana Tamara Adrían foi eleita deputada para a Assembleia Nacional de Caracas como candidata da Vontade Popular, cujo líder Leopoldo López é uma das figuras principais da oposição ao governo de Nicolás Maduro. Tamara se tornou assim a primeira parlamentar trans da América Latina.

*Com informações da ANSA.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias