Brasileiras disputam cargos no Legislativo e no Executivo em eleição municipal nos EUA

Massachusetts tem uma população de 6.873.018 habitantes, de acordo com o censo de 2015; dados do Conselho Americano de Imigração mostram que o estado tinha, em 2013, 1.046.155 imigrantes

As eleições municipais em Massachusetts, nos Estados Unidos, acontecem no dia 7 de novembro. Pela primeira vez na história do estado, três brasileiras são candidatas a cargos públicos em duas cidades diferentes. Margareth Shepard e Stephanie Martins são candidatas a vereadoras pelos municípios de Framigham e Everett, respectivamente. Priscila Sousa disputa a prefeitura de Framingham.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Essas mulheres personificam uma parcela significativa de imigrantes que não se intimidou com o discurso xenofóbico, homofóbico, racista e machista do presidente Donald Trump. Ao contrário, elas decidiram ir à luta e participar da vida política das suas cidades para mostrar que a ofensiva antiimigrante do presidente americano vai contra os princípios e valores democráticos da nação.

Margareth Shepard e Stephanie Martins são duas das fundadoras do grupo Brasileiros pela Educação Política (Brazilians for Political Education). Essa organização apartidária, aberta a pessoas de diferentes partidos ou politicamente independentes, se desenvolveu a partir do movimento Brazilians for Hillary’ (Brasileiros por Hillary), um grupo independente de brasileiros e brasileiras que se organizou durante o processo eleitoral de 2016 para apoiar a candidata democrata.

 

Trump condiciona proteção de "dreamers" a financiamento de muro

EUA suspendem temporariamente emissão de vistos na Turquia por 'segurança'

Iniciativas locais desafiam Trump no combate às mudanças climáticas

 

Segundo Shepard, é a educação política que vai contribuir para que as pessoas entendam a importância do voto e da necessidade de se envolver nas questões políticas locais, estaduais e nacionais. “Queremos que os imigrantes brasileiros e de outras nacionalidades assumam a sua posição nesta sociedade, votem mais, sejam voluntários, candidatem-se a cargos públicos e eletivos. O objetivo é motivar as pessoas a contribuírem mais e mais para o bem de suas comunidades, do seu estado e da nação onde vivem’’.

Divulgação

É a primeira vez em Massachusetts que brasileiras concorrem a prefeituras em três cidades diferentes


Priscila Sousa decidiu concorrer ao cargo de prefeita para dar voz à comunidade e abrir as portas para que outras mulheres e outros imigrantes fiquem motivados a fazer o mesmo. Ela acredita que este é um ‘’momento histórico para a comunidade brasileira’’. Segundo Sousa, o exemplo das candidatas brasileiras, independente do resultado das próximas eleições, vai animar muita gente a participar do processo político local.

Massachusetts tem uma população de 6.873.018 habitantes, de acordo com o censo de 2015. Dados do Conselho Americano de Imigração (American Immigration Council) mostram que o estado tinha, em 2013, 1.046.155 imigrantes, sendo que 549.009 pessoas (50%) eram cidadãos naturalizados com direito a voto. Considerando que as cidades de Framingham e Everett aglutina uma grande comunidade de brasileiros aptos a votar, as três candidatas estão confiantes nesta jornada inédita e histórica.

*Marcia Cruz-Redding é jornalista e mora em Waltham, em Massachusetts.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Inspirada pela Revolução Russa, a Alameda Casa Editorial fez uma seleção de 100 livros com desconto de 20% e frete grátis. São livros que tratam da sociedade capitalista, do mercado de trabalho, do racismo, do pensamento marxista, das grandes depressões econômicas, enfim: do pensamento social que, direta ou indiretamente, foi influenciado pela revolução dos trabalhadores de 1917. Aproveite.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Mugabe reaparece em público após intervenção militar

Oficialmente em prisão domiciliar, presidente do Zimbábue é visto em público pela primeira vez desde que Forças Armadas assumiram o controle do país; sua saída do poder, após quase quatro décadas, ainda é incerta.