Maduro anuncia reestruturação da dívida externa da Venezuela e aumenta salário mínimo em 30%

'Vamos fazer uma reforma completa dos pagamentos externos para alcançar o equilíbrio. Vamos romper os esquemas internacionais', disse presidente do país

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na noite desta quinta-feira (02/11) que o país vai reestruturar e refinanciar sua dívida externa. O anúncio veio no mesmo dia em que o governo decidiu aumentar em 30% o salário mínimo e as aposentadorias em vigor.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

“Amanhã [sexta] temos que pagar o total de 1,12 bilhões de dólares de bônus PDVSA [a companhia de petróleo do país] 2017 e tenho dinheiro para cumprir esta obrigação”, afirmou Maduro. “Tenho dinheiro para este pagamento, assim como tenho dinheiro para as exportações que necessitamos em matéria-prima, medicamentos, alimentos”, disse.

Segundo a agência estatal AVN, a reestruturação é uma “reforma” com o objetivo de “cobrir a as necessidades do país em matéria de alimentação, moradia, saúde, educação, segurança e recreação.”

“Vamos fazer uma reforma completa dos pagamentos externos para alcançar o equilíbrio. Vamos romper os esquemas internacionais. São bons para nos cobrar, mas a Venezuela não tem acesso ao refinanciamento de bônus?”, questionou o presidente, que criou uma comissão, liderada pelo vice-presidente Tareck El-Aissami, para liderar as conversas de renegociação.

Melania Trump vai à fronteira com México usando casaco com inscrição 'não me importo'

Argentina pune torcedor do país que constrangeu mulher de 15 anos na Rússia

Comunidade internacional condena saída dos EUA do Conselho de Direitos Humanos da ONU; veja repercussão

 

Prensa Presidencial

Maduro anunciou a reestruturação da dívida externa da Venezuela

Nos últimos quatro anos, a Venezuela pagou mais de 70 bilhões de dólares de dívida. No entanto, o risco país continuou alto – acima dos 3.000 pontos – em uma demonstração que do que analistas financeiros chamam de “ataque financeiro” contra Caracas.

Salário mínimo

Maduro também anunciou um aumento de 30% no salário mínimo e nas aposentadorias no país. Com o reajuste, o salário passa de 136.544 bolívares para 177.507 bolívares.

Além disso, 4 milhões de famílias venezuelanas irão ganhar um bônus de 500.000 bolívares para o Natal.

"Aprovei os recursos para entregar um bônus natalino especial para 4 milhões de famílias. São 500.000 bolívares de um bônus por meio do carnê da pátria", disse Maduro. O carnê é um cadastro do governo que gerencia a distribuição de comida subsidiada e outros benefícios sociais.

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Justiça da UE condena Alemanha por poluição da água

Tribunal de Justiça da União Europeia considera que Berlim não fez o suficiente para deter contaminação de águas subterrâneas por nitrato; índices continuam altos apesar de leis mais severas para fertilizantes agrícolas