Reuniões com credores da dívida da Venezuela começam nesta segunda; Maduro nega 'default'

'Eles jogam para que a Venezuela se declare em default. Nunca! O default nunca chegará à Venezuela. Nossa estratégia é renegociar e refinanciar toda a dívida', afirmou presidente

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Com a presença de um total de 414 credores, uma reunião nesta segunda-feira (13/11) vai marcar o primeiro encontro para a renegociação e reestruturação da dívida externa da Venezuela, anunciou neste domingo (12/11) o presidente Nicolás Maduro, que negou que o país vá entrar em default.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

No Palácio Branco, em Caracas, os credores (91% dos detentores de bônus da companhia estatal de petróleo, a PDVSA) se reunirão às 16h de Brasília com a comissão presidencial encabeçada pelo vice-presidente-executivo da Venezuela, Tareck El Aissami.

No entanto, as sanções impostas pelos EUA contra Caracas podem ser um impeditivo na renegociação da dívida, já que elas proíbem que investidores norte-americanos negociem com a Venezuela. Cerca de 70% dos bônus da dívida estão nas mãos de cidadãos dos EUA e do Canadá.

Coreias do Sul e do Norte marcam reunião para discutir sobre famílias separadas na guerra

EUA: Decreto de Trump não prevê reunir crianças que já foram separadas dos pais, diz governo

Estados Unidos anunciam saída do Conselho de Direitos Humanos da ONU

 

"Eles jogam para que a Venezuela se declare em default. Nunca! O default nunca chegará à Venezuela. Nossa estratégia é renegociar e refinanciar toda a dívida", afirmou o presidente.

“A Venezuela começa uma estratégia séria, clara, aberta para buscar novos caminhos negociados, novas fórmulas porque a Venezuela tem direitos econômicos internacionais e os vai fazer valer”, disse Maduro.

Nos últimos quatro anos, a Venezuela pagou mais de US$ 72 bilhões em dívida externa. As reservas do país, no momento, estão na casa dos US$ 9,7 bilhões.

Prensa Venezuela

Maduro anunciou o início das reuniões com credores da Venezuela

(*) Com teleSUR

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990