Papa cobra fim da violência contra manifestações em Honduras

'Em minha oração, lembro de modo particular também o povo de Honduras', disse o pontífice; desde a última sexta-feira, pelo menos sete pessoas morreram em confrontos com forças de segurança do país

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

De volta ao Vaticano depois de uma viagem de seis dias pela Ásia, o papa Francisco dedicou, no Angelus deste domingo (03/12), uma mensagem para Honduras, país da América Central que vive um momento de turbulência após o segundo turno das eleições presidenciais, realizado há uma semana.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"Em minha oração, lembro de modo particular também o povo de Honduras, para que possa superar de maneira pacífica o atual momento de dificuldade", afirmou o líder da Igreja Católica.

Desde a última sexta-feira (01/12), pelo menos sete pessoas morreram em confrontos no país, sendo cinco em San Pedro Sula, uma em La Ceiba e outra na capital Tegucigalpa. As eleições presidenciais tiveram como candidatos o atual mandatário do país, Juan Orlando Hernández, de centro-direita, e o jornalista Salvador Nasralla, que guia uma ampla coalizão de forças de esquerda. Ambos declararam vitória, mas a apuração ainda não foi concluída.

Wikicommons

'Em minha oração, lembro de modo particular também o povo de Honduras', disse o pontífice

Honduras: ex-presidente Zelaya diz que TSE fraudou resultados

Honduras decreta estado de exceção e toque de recolher

Conselho denuncia violação de direitos humanos em Honduras na repressão a protestos contra possível fraude eleitoral

 

Com 95% das urnas escrutinadas, Hernández tem uma vantagem de 46 mil votos, em um universo de 2,6 milhões. O impasse gerou uma onda de manifestações que já dura uma semana, fazendo as autoridades instituírem um toque de recolher das 18h às 6h, válido por 10 dias.

"Queremos garantir a segurança", disse Hernández. Nasralla, apoiado pelo ex-presidente Manuel Zelaya (2006-2009), denuncia fraudes na votação. Atualmente, a Constituição de Honduras proíbe a reeleição de um mandatário, mas Hernández conseguiu disputar o pleito graças a uma decisão da Corte Constitucional.

Manifestações

A coalizão Aliança da Oposição contra a Ditadura em Honduras, liderada pelo canditado Salvador Nasralla, convocou manifestações pelo país neste domingo às 14h (18h de Brasília). O ex-presidente Manuel Zelaya, vítima de um golpe civil-militar em 2009, estará presente no ato em Tegucigalpa, junto com Nasralla.

Dirigentes da Aliança afirmaram que as manifestações convocadas chamam ativistas e simpatizantes a reclamar a vitória de Slavador Nasralla nas eleições presidenciais do dia 26 de novembro. Os resultados continuam suspensos pelo Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) de Honduras.

*Com ANSA

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias