Itália encontra piloto britânico morto na Segunda Guerra

Avião de John Henry Coates foi abatido por nazistas; corpo estava desaparecido desde março de 1945

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Um grupo de voluntários italianos encontrou em Cavarzere, a 50 quilômetros de Veneza, o corpo de um piloto britânico morto pelos nazistas em 5 de março de 1945, na Segunda Guerra Mundial.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

John Henry Coates, então com 24 anos, comandava um caça modelo Spitfire e participou do ataque a barcaças que reabasteciam as tropas alemãs no rio Ádige, que corta o nordeste da Itália. No entanto, o avião acabou derrubado pelas forças antiaéreas nazistas.

Em outubro passado, voluntários da associação Romagna Air Finders, com sede na Emília-Romana, encontraram os destroços do caça e restos mortais que poderiam ser de Coates. Mais tarde, a entidade contatou a embaixada do Reino Unido em Roma, que confirmou a identidade do piloto.

Reprodução

Avião de John Henry Coates foi abatido por nazistas durante a Segunda Guerra

Presidente da Itália dissolve Parlamento e convoca eleições para março

Itália: partidos de centro anunciam apoio a Renzi nas próximas eleições

Julgamento da prefeita de Roma por falso testemunho é marcado para junho

 

Coates, que estava desaparecido havia 72 anos, será sepultado no cemitério de guerra de Pádua, enquanto os destroços do Spitfire serão expostos em um museu da Romagna Air Finders. "Para nós, dar um túmulo a um piloto é sempre uma grande emoção", disse o presidente da associação, Leo Venieri, ao diário "Il Resto del Carlino".

O trabalho de busca pelo avião durou cerca de um ano e meio. Até o momento, 14 pilotos mortos na Segunda Guerra já ganharam uma sepultura por causa da entidade, que encontrou os destroços de 33 caças, incluindo um brasileiro.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Os supersalários das Forças Armadas

Nossa reportagem levantou todos os salários de militares e encontrou centenas acima do teto, indenizações de mais de R$ 100 mil e valores milionários pagos no exterior