Turquia bombardeia alvos curdos no norte da Síria e prepara intervenção militar

Governo sírio rechaçou uma eventual intervenção da Turquia no país e advertiu que derrubará caças turcos que violem seu território

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O governo turco anunciou que atacou nesta sexta-feira (19/01) diversos alvos curdos no norte da Síria, horas depois de anunciar que planeja uma intervenção militar na região de Afrín.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

O exército turco já mobilizou tropas e veículos nas últimas horas nos municípios de Hassa e Kirikhanla, próximos à região.

Segundo a agência oficial Anadolu, os bombardeios foram feitos para evitar o surgimento de um “corredor do terror” no enclave sírio. Ancara considera os independentistas turcos “grupos terroristas”.

O ministro da Defesa, Nurettin Canikli, disse que a operação começou de facto com os bombardeios. Mais cedo, Canikli havia descrito a ação como um “ato de autodefesa” frente à criação de um estado curdo à margem das fronteiras turcas.

Turquia ameaça romper com Israel se Jerusalém for reconhecida como capital pelos EUA

Putin ordena retirada de tropas russas da Síria

Rússia e Turquia advertem contra interferência no Irã

 

Kremlin

Erdogan prometeu "destruir" milícias curdas; Turquia planeja intervenção militar

O governo sírio rechaçou uma eventual intervenção da Turquia no país e advertiu que derrubará caças turcos que violem seu território.

A tensão aumentou após o anúncio dos Estados Unidos de armar e treinar 30.000 membros de milícias curdo-sírias a fim de formar um grupo para agir nas fronteiras sírias com a Turquia e o Iraque contra grupos terroristas como o Estado Islâmico.

Apesar de Washington ter negado que sua intenção fosse construir uma força fronteiriça – e ter argumentado de que se tratava de um “mal-entendido” – , a postura de Ancara se manteve. O presidente Recep Tayyip Erdogan disse que "destruiria" as milícias curdas.

A cidade fronteiriça de Afrín está sob controle do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), considerado pelo governo turco uma organização terrorista.

(*) Com teleSUR

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

O livro que você quer!

O livro que você quer!

A Editora Alameda selecionou 31 títulos especialmente para você, leitor de Opera Mundi. Alguns destaques: Vila Buarque, o caldo da regressão, de Marcos Gama; Autoritarismo e golpes na América Latina, de Pedro Estevam Serrano; Machado de Assis - a Poesia Completa; A formação do mercado de trabalho no Brasil, de Alexandre de Freitas Barbosa; Nós que amamos a revolução, de Américo Antunes; Jorge Amado na Hora da Guerra, de Benedito Veiga; Da Pizza ao Impeachment, de Roberto Grün; Tsimane, de Aline Vieira, e Casa da Vovó, de Marcelo Godoy. A lista é incrível, aproveite. Tem alguns descontos convidativos e o frete é grátis para todo o Brasil.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Número de casos de sarampo cresce 400% na Europa em 2017

Segundo OMS, alta foi puxada por Romênia, Itália e Ucrânia; de acordo com entidade, surto se deve a vários fatores, como queda da cobertura vacinal, interrupção do fornecimento de vacinas e falhas nos sistemas de vigilância