Câmara dos EUA aprova orçamento e encerra segundo 'shutdown' no país em três semanas

Por conta do rápido acordo na madrugada, é esperado que as agências federais não cheguem a sentir o efeito do novo fechamento do governo

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

A Câmara dos Representantes aprovou o projeto de orçamento para o governo dos Estados Unidos na madrugada desta sexta-feira (09/02) e colocou fim ao "shutdown" das agências federais, iniciado à meia-noite de hoje.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Mais cedo, o Senado havia votado um acordo bipartidário sobre o orçamento. No entanto, como a aprovação demorou para sair, por conta da resistência do senador republicano Rand Paul, o texto só foi votado depois da meia-noite, quando o governo já havia fechado.

Com o governo paralisado, serviços federais não essenciais – tais como a Nasa – param de funcionar. Serviços como segurança, saúde, justiça, aposentadorias e o controle do tráfego aéreo são mantidos, mas muitos servidores deixam de receber salários.

Venezuela condena declarações de secretário dos EUA sobre golpe militar no país

Após maior queda desde 2011 nos EUA, bolsas europeias abrem no nível mais baixo dos últimos dois anos

Trump ordena a Pentágono que prepare desfile militar em Washington

 

Ron Cogswell/Flickr CC

Câmara aprovou orçamento e evitou prosseguimento do shutdown nos EUA

O projeto aprovado na Câmara e no Senado financia o funcionamento das agências pelas próximas seis semanas e abre a estrada para uma elevação de US$ 400 bilhões para despesas militares e internas, informou a emissora CNN.

Por conta do rápido acordo na madrugada, é esperado que as agências federais não cheguem a sentir o efeito do novo "shutdown" - o segundo desde o dia 19 de janeiro.

Antes disso, última paralisação do governo norte-americano havia ocorrido no fim de 2013, durante o governo Obama, e durou mais de duas semanas. Na ocasião, 850 mil funcionários públicos pararam de trabalhar porque não havia dinheiro para pagar seus salários.

(*) Com Ansa

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990