ELN anuncia interrupção de operações militares durante eleições na Colômbia

De acordo com comunicado oficial, grupo irá cessar suas atividades militares entre os dias 9 e 13 de março; decisão é 'mostra de respeito aos colombianos e colombianas', diz nota

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O Exército Nacional de Libertação (ELN) da Colômbia anunciou nesta segunda-feira (26/02) uma interrupção em todas as suas operações armadas durante as eleições legislativas colombianas.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Segundo comunicado oficial divulgado pela organização, embora não compactue com “processos viciados”, “como mostra de respeito aos colombianos e colombianas, o ELN realizará um cessar de operações militares ofensivas entre os dias 9 e 13 de março”, período em que irão ocorrer as votações.

O grupo também agradece os agentes que trabalham em diversos setores pela “continuidade do processo de paz” e lembra a “importância de seguir avançando na Agenda acordada em Caracas em 30 de março de 2016”, encontro que marcou o início do processo de paz nas negociações com o governo colombiano.

Wikicommons

Decisão é 'mostra de respeito aos colombianos e colombianas', diz nota

Caracas acusa Exército da Colômbia de recrutar venezuelanos para criar focos de violência na fronteira

Não há crise humanitária na Venezuela, diz especialista em direitos humanos da ONU

Moeda digital da Venezuela arrecadou US$ 1 bilhão, diz Maduro

 

Os encontros em Caracas levaram a uma nova rodada de conversas em Quito, no Equador, programadas para janeiro de 2018. No entanto, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, retirou sua delegação da capital equatoriana e suspendeu as negociações pelo suposto envolvimento do ELN em um ataque contra forças policiais do país.

Ainda de acordo com o comunicado, “a agenda deve continuar se desenvolvendo com rigorosidade”, de forma que respeitem “instrumentos e protocolos acordados, para buscar um acordo que supere o enfrentamento armado em busca da uma Colômbia em paz e justiça”.

O ELN também citou o presidente Santos e a rodada de conversas abandonada pelo governo na capital do Equador. Segundo a nota, o grupo propõe a Santos que fixe “uma data de início do quinto ciclo de negociações e envie sua Delegação de Diálogo a Quito”.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990