Coreias desfilarão separadas em Jogos Paralímpicos de Pyeongchang

Para a competição, a Coreia do Norte enviou uma delegação de 20 membros, incluindo seis atletas

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

As Coreias do Sul e do Norte rejeitaram nesta quinta-feira (08/03) um convite do Comitê Paralímpico Internacional (IPC) para que desfilem juntas na abertura dos Jogos Paralímpicos de Inverno, em PyeongChang.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Com a decisão, as duas Coreias vão participar separadamente do evento, ao contrário que aconteceu na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, quando as duas nações desfilaram juntas com a bandeira da península coreana.

"Apesar do nosso desapontamento, respeitamos a decisão dos comitês nacionais, que decidiram desfilar separados", disse Andrew Parsons, presidente do IPC.

Reprodução

Para a competição, a Coreia do Norte enviou uma delegação de 20 membros, incluindo seis atletas

Promotoria de Seul pede 30 anos de prisão para ex-presidente sul-coreana Park Geun-hye

Delegação sul-coreana se encontra com Kim Jong Un em Pyongyang

Coreias do Sul e do Norte vão fazer em abril primeira reunião de cúpula em uma década, anuncia Seul

 

O convite foi recusado pelas Coreias mesmo mantendo as oportunidades oferecidas nos Jogos Olímpicos de Inverno para os dois países.

Para a competição, a Coreia do Norte enviou uma delegação de 20 membros, incluindo seis atletas. A comitiva chegou nesta quarta-feira (7) em PyeongChang.

Os Jogos Paralímpicos de Inverno serão realizados entre os dias 9 a 18 de março

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990