Políticos italianos divulgam carta de apoio a Lula

Segundo documento, atual momento do Brasil ‘é preocupante’; STF negou pedido de habeas corpus preventivo ao ex-presidente

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Diversos políticos italianos de centro-esquerda assinaram nesta quinta-feira (05/04) uma carta em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve seu pedido de habeas corpus rejeitado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

"Por mais de quatro anos no Brasil está em curso uma iniciativa judicial que envolveu o ex-presidente Lula e agora a democracia brasileira está em perigo de cair em uma grave crise. Isso é preocupante", diz o documento.

Entre os políticos que assinaram o texto estão: Romano Prodi, Massimo D'Alema, Susanna Camusso, Luigi Ferraioli, Marina Sereni, Piero Fassino, Lia Quartapelle, Luciana Castellina, Pier Luigi Bersani, Vasco Errani, Guglielmo Epifani, Gianni Tognoni e Roberto Vecchi.

Foto: Ricardo Stuckert

Segundo documento, atual momento do Brasil "é preocupante".

Governo da Venezuela manifesta solidariedade a Lula após STF negar habeas corpus

Lula terá seu lugar na história, seus algozes não

Direita jamais perdoará Lula por ter tirado milhões de pobres da miséria, diz Evo após julgamento no STF

 

"Somos pessoas que vivenciaram a experiência do governo Lula e conseguimos apreciar as mudanças ocorridas naqueles anos, especialmente no nível social. Para convicções ideais e políticas, estamos próximos do povo brasileiro e de todas as forças do país", afirma a carta.

Segundo o grupo de italianos, o petista "luta por justiça social, contra a pobreza, pelo desenvolvimento sustentável e pelo progresso, até mesmo, das áreas mais fracas".

Na madrugada desta quinta-feira, Lula teve seu pedido de habeas corpus preventivo negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O ex-presidente foi condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão pelo juiz Sérgio Moro, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

"Por todas essas razões, hoje, queremos expressar uma grande preocupação e um verdadeiro alarme para o risco que a competição democrática eleitoral em um grande país como o Brasil tem sido distorcido e envenenado por ações legais", reforça o documento.

Os italianos ainda apoiaram uma reforma política no sistema político do Brasil. "A luta contra a corrupção é necessária para proporcionar aos cidadãos um funcionamento claro e eficaz do sistema institucional, e acreditamos que no Brasil, como em todos os países democráticos, para combater eficazmente os fenômenos de negligência e relação imprópria entre economia e política há necessidade de reformas políticas profundas".

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Os supersalários das Forças Armadas

Nossa reportagem levantou todos os salários de militares e encontrou centenas acima do teto, indenizações de mais de R$ 100 mil e valores milionários pagos no exterior