Argentina: Avós da Praça de Maio repudiam pedido de prisão de Lula

Segundo a organização argentina, 'Lula esta prestes a se tornar um novo prisioneiro político; é perseguido pela sua luta para erradicar a pobreza e a fome no seu país, por procurar a justiça social e a igualdade'

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Em comunicado divulgado nas redes sociais nesta sexta-feira (06/04), o movimento argentino Avós da Praça de Maio repudiaram o pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decretado pelo juiz Sergio Moro nesta quinta-feira.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

O movimento declarou seu repúdio a que chamou de “perseguição política” que Lula está sofrendo e afirmou que o processo judicial que evolve o petista teria “irregularidades”.

“As avós da praça de maio repudiamos energicamente a perseguição política a que está sendo submetido o ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, abrangidos por um poder judicial cúmplice que atenta contra o normal funcionamento da democracia”, afirma a organização em nota.

Reprodução

Segundo a organização argentina, 'Lula esta prestes a se tornar um novo prisioneiro político; é perseguido pela sua luta para erradicar a pobreza e a fome no seu país, por procurar a justiça social e a igualdade'

Velocidade em ordem de prisão de Lula comprova perseguição de Moro, afirma Serrano

Movimentos sociais convocam manifestação na Argentina contra pedido de prisão de Lula

Para Dilma, pedido de prisão de Lula é 'prenúncio' de que há quem não queira eleição em 2018; leia entrevista

 

O movimento ainda afirmou que “o poder político e judiciário procura banir Lula e deixá-lo fora da disputa eleitoral que o coloca como o candidato com mais chances de se tornar o próximo presidente do Brasil”.

O comunicado também afirma que o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que caracterizam como “golpe institucional de Michel Temer, e a tentativa de deixar fora de carreira Lula, mostram um enorme retrocesso na qualidade democrática do Brasil, assim como se viu em outros países da região”.

Segundo a organização argentina, “Lula esta prestes a se tornar um novo prisioneiro político; é perseguido pela sua luta para erradicar a pobreza e a fome no seu país, por procurar a justiça social e a igualdade”.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Os supersalários das Forças Armadas

Nossa reportagem levantou todos os salários de militares e encontrou centenas acima do teto, indenizações de mais de R$ 100 mil e valores milionários pagos no exterior