Pyongyang e Seul abrem linha telefônica direta entre líderes de Sul e Norte

Linha vai conectar a Casa Azul, sede da presidência em Seul, com o escritório em Pyongyang da Comissão e Assuntos de Estado; reunião entre líderes está prevista para próxima semana

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Uma semana antes da cúpula entre o norte-coreano Kim Jong-un e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, as duas Coreias ativaram uma linha telefônica direta entre os líderes, informou Seul nesta sexta-feira (20/04).


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A linha vai conectar a Casa Azul, sede da presidência em Seul, com o escritório em Pyongyang da Comissão e Assuntos de Estado, presidida por Kim. Os técnicos realizaram uma chamada teste com duração de quatro minutos e 19 segundos.

Segundo o porta-voz sul-coreano, Yoon Kun-young, até o momento não há uma data para a primeira chamada oficial. "A conexão histórica da linha direta entre os líderes das duas Coreias acaba de ser estabelecida", disse.

Na China, Kim Jong-un se compromete com desnuclearização

Coreias marcam cúpula para 27 de abril

Diretor da CIA se reuniu secretamente com Kim Jong-un

 

groucho/FlickrCC

Soldados guardam zona desmilitarizada entre duas Coreias, que abriram linha telefônica entre líderes

A medida foi tomada depois que as duas Coreias acordaram realizar um encontro na aldeia da paz de Panmunjom, uma zona desmilitarizada. A ideia é que os líderes usem a linha de contato para a preparação da cúpula de 27 de abril.

Esta será a primeira reunião em mais de 10 anos, desde o resultado da "política do Sol" de 2007. A reaproximação entre as duas nações ocorreu depois que Kim, em seu pronunciamento de fim de ano, afirmou que desejava sucesso para os Jogos Olímpicos de Pyeongchang, e, posteriormente, enviou uma delegação para competição.

Além deste encontro, o líder Coreia do Norte organizou outra reunião histórica com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, entre maio e junho. O local ainda não foi definido, mas o republicano estuda cinco opções. Durante a páscoa, Mike Pompeo, chefe da CIA e indicado para assumir o Departamento de Estado, foi a Pyongyang se encontrar com Kim.

(*) Com Ansa

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990