Candidato de centro-esquerda pede recontagem em eleição presidencial do Paraguai

'Não vamos permitir nenhuma fraude nos resultados preliminares', escreveu Efrain Alegre em sua conta no Twitter; candidato teve 42,7% dos votos

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O candidato à presidência do Paraguai Efrain Alegre, que terminou em segundo lugar nas eleições, exigiu nesta terça-feira (24/04) recontagem dos votos.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Em suas redes sociais, o candidato da coalizão de centro-esquerda Aliança Ganhar afirmou ter provas de fraude na votação.

“Vamos controlar ata por ata, voto por voto, sempre respeitando a vontade dos cidadãos. Não vamos permitir nenhuma fraude nos resultados preliminares”, escreveu Alegre em sua conta no Twitter.

O paraguaio ainda divulgou imagens de cédulas de votação que mostram divergências com os resultados computados no site da justiça eleitoral do país.

Reprodução

Ex-presidente Fernando Lugo deu apoio à candidatura de Alegre

Mais da metade da Assembleia cubana é formada por mulheres; negros representam 40% do total

Líderes mundiais parabenizam Miguel Díaz-Canel

Battisti não precisará usar tornozeleira e nem se apresentar regularmente à Justiça, decide STJ

 

“Aqui lhes deixo um exemplo claro onde o TREP [transmissão de Resultados Eleitorais Preliminares] dá à Aliança 0 quando ela teve 65 votos”, escreveu o candidato.

O Partido Colorado paraguaio, o mesmo que deu sustentação à ditadura de Alfredo Stroessner (1954-1989), saiu vitorioso nas eleições gerais, realizadas no último domingo (22/04).

Mario Abdo Benítez, candidato governista de direita, foi eleito com 46,47% dos votos, contra 42,7% de Efraín Alegre - uma diferença de menos de 100 mil votos, que marcou o resultado mais apertado desde 1993

Salvo o período de 2008 a 2012, quando a Frente Guasú conseguiu eleger o ex-presidente Fernando Lugo, o Colorado é a agremiação política que domina o Paraguai há mais de 70 anos.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias