Com vitória de Maduro, Venezuela triunfou ante o império norte-americano, diz Evo

Maduro venceu com folga as eleições presidenciais realizadas neste domingo, com quase 68% dos votos válidos

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O presidente da Bolívia, Evo Morales, se pronunciou nesta segunda-feira (21/05) após a reeleição de Nicolás Maduro na Presidência da Venezuela. Para ele, a vitória de Maduro é um “triunfo” ante o “império norte-americano”.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

“O povo venezuelano soberano triunfou novamente ante o golpismo e o intervencionismo do império norte-americano. Os povos livres jamais nos submeteremos. Felicidades ao irmão Nicolás Maduro e ao valoro povo da Venezuela”, disse,  via Twitter.

Maduro venceu com folga as eleições presidenciais realizadas neste domingo, com quase 68% dos votos. Em segundo lugar, ficou o oposicionista Henri Falcón, com 21,1%, seguido por Javier Bertucci, com 10,8% e Reinaldo Quijada, com 0,40%. Com a vitória, Maduro irá para seu segundo mandato como presidente da Venezuela, após assumir o cargo em 2012, quando o então presidente Hugo Chávez faleceu.

Discurso

Maduro falou a apoiadores em frente ao Palácio de Milaflores, em Caracas. “Estamos obtendo um recorde histórico, nunca antes um candidato havia ganhado com 68% dos votos populares [na Venezuela], e nunca antes havia conseguido 47 pontos de diferença em relação ao segundo candidato”, disse Maduro.

“Esta é a vitória número 22 em 19 anos [de chavismo], conquistada com base no esforço, no trabalho consciente, conquistada junto a um poderoso movimento, de um povo unido, de um povo lutador", disse Maduro, que dedicou a vitória ao ex-presidente Hugo Chávez. "Vocês confiaram em mim, e eu vou responder a essa confiança amorosa."

O agora presidente reeleito chamou os candidatos derrotados para conversar sobre o futuro do país. Maduro também anunciou que vai pedir a Lucena, ainda nesta segunda (21/05), a auditoria de 100% das urnas e a apuração de todas as denúncias de fraude durante o pleito. A lei eleitoral exige que apenas 54% sejam auditados.

ONU diz que mudança de posição dos EUA sobre separar crianças imigrantes dos pais 'não faz sentido'

Melania Trump vai à fronteira com México usando casaco com inscrição 'não me importo'

Argentina pune torcedor do país que constrangeu mulher de 15 anos na Rússia

 

Palacio de Miraflores

Evo Morales cumprimentou Maduro pela vitória

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990