Após reunião com Pompeo, Pyongyang afirma que desnuclearização 'pode falhar'

Comunicado foi divulgado pela agência oficial de notícias da Coreia do Norte; declarações do governo norte-coreano contrapõem-se às informações repassadas por Pompeo

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Em comunicado divulgado neste sábado (07/07) pela agência oficial de notícias da Coreia do Norte, KCNA, o governo norte-coreano afirmou que os Estados Unidos pressionaram de forma unilateral o país da Península a abandonar o programa de armas nucleares, o que poderia levar a falhar o processo de desnuclearização. A declaração vem após o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, visitar o país.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

As declarações do governo norte-coreano contrapõem-se às informações repassadas por Pompeo. Após visitar o país, ele disse que as negociações pela “desnuclearização estão em progresso" em quase todas as questões-chave. As diferentes reações após a visita de Pompeo à Pyongyang colocam mais uma vez em dúvida o sucesso das negociações pela desnuclearização da península coreana.

O texto diz que a "confiança" entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos enfrentam uma "situação perigosa". "Nossa determinação para a desnuclearização, que tem sido firme e firme, pode falhar", destaca o comunicado.

Wikicommons

O texto diz que a "confiança" entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos enfrentam uma "situação perigosa"

Chefe da agência de proteção ambiental dos EUA renuncia

Em Viena, países restantes de acordo com Irã dizem que pacto continua mesmo sem EUA

'UE deve enfrentar Trump unida': guerra comercial provoca reações em vários países

 

Na Coreia do Norte, o secretário de estado reuniu-se com Kim Yong-chol, o braço direito do líder norte-coreano, Kim Jong-un. Após o primeiro dia de encontros ontem (06/07), Pompeo deu algumas declarações, ao afirmar que um extenso cronograma pelo desarmamento foi debatido entre as partes.

"Essas são questões complicadas, mas fizemos progressos em quase todas as questões centrais, em alguns lugares um grande progresso, em outros lugares ainda há mais trabalho a ser feito", afirmou Pompeo, antes de a Coreia do Norte ter feito o comunicado.

A visita foi a primeira de Pompeo à Coréia do Norte, após a cúpula de Donald Trump e Kim Jong-un em Cingapura, no mês de junho. O objetivo da viagem de Pompeo a Pyongyang era definir detalhes para pôr em prática o compromisso firmado pela Coreia do Norte, em prol de sua desnuclearização. "Antecipamos que o lado norte-americano viria com uma ideia construtiva, pensando que receberíamos algo em troca", disse o comunicado norte-coreano

*Com Agência Brasil

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

'Trump me disse para processar a UE', afirma May

Após presidente dos EUA declarar que primeira-ministra do Reino Unido ignorou conselho dele sobre o Brexit, líder britânica revela qual foi a sugestão do americano: não entrar em negociações com a União Europeia