Supremo Tribunal da Espanha retira direitos políticos de líder separatista catalão Carles Puigdemont

Além de ex-presidente da Catalunha, medida afeta os deputados Oriol Junqueras, Jordi Turull, Josep Rull, Raül Romeva e Jordi Sànchez, que atualmente estão presos

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O juiz do Supremo Tribunal espanhol Pablo Llarena decretou nesta terça-feira (10/07) a suspensão dos direitos políticos do ex-presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, acusado de rebelião após liderar um processo de independência na região.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Segundo a legislação espanhola, uma vez decretada a prisão provisória pelo crime de rebelião, o indiciado fica automaticamente impedido de exercer suas funções e de ocupar qualquer cargo público. Atualmente, o ex-líder separatista é considerado foragido pela Justiça da Espanha.

Além de Puigdemont, a medida afeta outros cinco deputados autônomos que atualmente estão presos: Oriol Junqueras, Jordi Turull, Josep Rull, Raül Romeva e Jordi Sànchez. Todos respondem pelo mesmo crime.

Flickr/CC

Ex-líder catalão é acusado de rebelião e atualmente é considerado foragido

Aconteceu de novo: restauração desfigura estátua de São Jorge em igreja na Espanha

Espanha começa a julgar roubo de bebês no regime franquista

Governos de Espanha e Grécia se comprometem a receber refugiados que estão na Alemanha

 

A Catalunha declarou independência em outubro do ano passado, após um referendo considerado ilegal por Madri. Em resposta, o então premiê espanhol, Mariano Rajoy, executou o artigo da Constituição que retirou a autonomia da região, barrando o processo independentista. A Justiça espanhola também decretou a prisão de Puigdemont e dos demais líderes separatistas.

Com a suspensão, os deputados deverão deixar suas cadeiras no Parlamento catalão, sendo substituídos pelos suplentes das candidaturas com as quais se apresentaram às eleições regionais de dezembro de 2017.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Os supersalários das Forças Armadas

Nossa reportagem levantou todos os salários de militares e encontrou centenas acima do teto, indenizações de mais de R$ 100 mil e valores milionários pagos no exterior