Governo italiano nega contatos com empresas europeias sobre venda da Alitalia

Negociações sobre futuro da maior linha aérea italiana, que está sob intervenção do governo, foram interrompidas por causa das eleições de 4 de março; Lufthansa e EasyJet estariam interessadas

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O ministro do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico da Itália, Luigi Di Maio, afirmou nesta quarta-feira (11/07) que ainda não se reuniu com representantes da companhia alemã Lufthansa e da britânica EasyJet para tratar da venda da Alitalia.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

As negociações sobre o futuro da maior linha aérea italiana, que está sob intervenção do governo, foram interrompidas por causa das eleições de 4 de março e do período de transição, que só se encerrou em 1º de junho. O prazo para concluir a venda da Alitalia foi fixado para o fim de outubro, e a empresa tem até 15 de dezembro para restituir um empréstimo-ponte de 900 milhões de euros feito pelo governo.

"Não tenho contatos diretos com esses sujeitos [Lufthansa e EasyJet], até porque estamos na fase de análises", declarou Di Maio, que ainda não deu prazo para anunciar a oferta vencedora na disputa pela companhia.

Wikicommons

Negociações sobre futuro da maior linha aérea italiana, que está sob intervenção do governo, foram interrompidas por causa das eleições de 4 de março

Mais de 200 migrantes morreram afogados no Mediterrâneo em três dias

Negociador-chefe britânico do Brexit renuncia

Pesquisadora brasileira recebe prêmio na Itália e dedica a ex-presidente Lula; veja vídeo

 

"Devemos entender se a estamos vendendo para fazê-la funcionar ou para que alguém tenha algumas rotas a mais", acrescentou. Atualmente, os acionistas da Alitalia são a holding Compagnia Aerea Italiana (CAI), com 51%, e o grupo árabe Etihad Airways, com 49%.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

'Trump me disse para processar a UE', afirma May

Após presidente dos EUA declarar que primeira-ministra do Reino Unido ignorou conselho dele sobre o Brexit, líder britânica revela qual foi a sugestão do americano: não entrar em negociações com a União Europeia