Terremoto de 6,8 graus atinge Chile e Peru; autoridades descartam tsunami

A única ocorrência registrada foi a morte de um senhor de 74 anos que teve uma parada cardíaca

Peru e Chile foram atingidos neste domingo (25/03) por terremotos que chegaram a 6,8 graus de magnitude na escala Richter. Os tremores tiveram intensidades diferentes nos dois países, sendo que o abalo mais forte foi registrado no Chile. Apesar disso, as autoridades dos países atingidos descartaram a hipótese de tsunami.

O Instituto Sismológico da Universidade do Chile apontou que o tremor que atingiu o país teve seu epicentro a 24 quilômetros ao nordeste de Constitución, na região de Maule, a mesma que sofreu com o forte terremoto de 2010.

De acordo com as autoridades chilenas, o terremoto deste domingo atingiu nove das 15 regiões do país e teve duração de aproximadamente um minuto. A única ocorrência registrada foi a morte de um senhor de 74 anos que morreu devido a uma parada cardíaca.

Apesar disso, o porta-voz do governo chileno, Andrés Chadwick, afirmou nesta segunda-feira (26) que o tremor deixou centenas de feridos e fez com que pelo menos sete mil pessoas fossem evacuadas na região de Maule, após um alerta de tsunami.

Já no Peru, o terremoto foi registrado no estado de Callao e teve magnitude de 5 graus na escala Richter. O departamento de Hidrografia e Navegação da Marinha de Guerra do país descartou a ocorrência de tsunamis na costa peruana.

Segundo o capitão Fernando Valeriano, a instituição se mantém em contato direto com as autoridades chilenas. O tremor, segundo Valeriano, foi sentido apenas em edifícios mais alto, passando despercebido entre os pedestres.

Chile aplica Lei de Segurança Nacional contra 22 manifestantes na Patagônia

México é atingido por mais 18 réplicas do terremoto desta terça

CIDH condena Chile por discriminação contra juíza lésbica

 

Leia Mais

PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Promoção 100 livros para os 100 anos da Revolução

Inspirada pela Revolução Russa, a Alameda Casa Editorial fez uma seleção de 100 livros com desconto de 20% e frete grátis. São livros que tratam da sociedade capitalista, do mercado de trabalho, do racismo, do pensamento marxista, das grandes depressões econômicas, enfim: do pensamento social que, direta ou indiretamente, foi influenciado pela revolução dos trabalhadores de 1917. Aproveite.

Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

China mantém crescimento acima da meta anual

Expansão de 6,8% da segunda maior economia do mundo no terceiro trimestre fica ligeiramente abaixo da alta no restante do ano; presidente afirma que perspectivas são "brilhantes", mas que país enfrenta "sérios desafios"